Google Tag Manager

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Estou desempregado, e agora?

O que fazer quando sua caça ao emprego se arrasta sem resultados?

Primeira parte.
Querido leitor,
Aproveito a oportunidade para desejar um Feliz Natal e um ano de 2010 repleto de Saúde, Harmonia e Prosperidade.
Um abraço, querido leitor.

Felizmente neste Natal tenho um emprego numa grande instituição chamada Senai em Blumenau.
Mas já houve um Natal há anos atrás no qual eu estava desempregado.



Sei que hoje  há muitos nesta situação e pensando em mitigar um pouco a sensação de rejeição e depressão que cercam estes momentos é transcrevo minhas anotações tiradas de um livro daquela época mas sempre atual.

Por que ficamos deprimidos quando estamos desempregados?

A maioria de nós é muito bom em fazer uma coisa difícil, contanto que não tenhamos de fazê-la por muito tempo.

Podemos passar depressa por um área que exale mau cheiro.

Podemos suportar uns 3 dias de frio.

Podemos deixar de fazer uma refeição.

Podemos segurar a respiração por 30 segundos.

Podemos dar uma corrida de 100 metros.

Podemos suportar uma relação problemática, se não durar mais do que uma semana.

Mas não gostamos nada da coisa, quando leva muito tempo. Aí, começamos a nos sentir abalados.

Essa é a nossa situação, quando estamos desempregados. Um período de desemprego que dure apenas duas semanas? Sem problemas! Mas, de começa a arrastar, muitos de nós entram em depressão.

Qual a possibilidade da caça ao emprego se arrastar?

Segundo as estatísticas este período pode durar de dois a mais de dois anos!

Se este é o seu caso, querido leitor, procure ajuda profissional! Falo por experiência de vida. Em breve iremos analisar a questão da depressão em nosso próximo artigo. Fique com a gente!

Continua!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...