Google Tag Manager

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Florais de Minas - Pastoris


Posted by Picasa

PASTORIS (Zeyheria montana) – Bolsa-de-Pastor

 

Quando existe a desconfiança das intenções e atitudes alheias; isolamento; dificuldades de convivência; dermatoses em geral.

O arbusto bolsa-de-pastor é encontrado facilmente nos cer­rados mineiros. Suas flores são amareladas, em forma de cone, e abundantes. Após a floração, as sementes se apresentam em bol­sas cujo exterior parece pele de carneiro. Ao abri-Ias, encontra­mos as sementes arrumadinhas, como se fossem moedas ou hóstias.


A personalidade Pastoris desconfia das intenções das outras pessoas de uma maneira bem intensa, prejudicando suas relações sociais.

A essência floral Pastoris ajuda-nos a perceber nossa ori­gem comum.

Qualquer barreira que erigirmos no contato com os outros será prejudicial para ambas as partes, principalmente para aquela que evita o contato.
Podemos encontrar esse tipo de preconceito em grupos raci­ais que se isolam, considerando-se os melhores , em grupos de amigos que se reúnem em "turmas" de bairros, combatendo-se em gangues; em famílias que casam os seus membros entre si e constróem uma barreira de separatividade em relação aos outros.

A essência floral Pastoris ajuda-nos a ter mais moderação em nossos julgamentos inconseqüentes em relação às pessoas des­conhecidas, desenvolvendo a fraternidade e a benevolência entre todos.




Alguns elementos deste tipo buscam  o isolamento pessoal, familiar ou grupal; para as pessoas muito desconfiadas com relação às intenções e às atitudes dos outros; para aqueles que têm idéias de hostilidade e que projetam tais expectativas sempre que algum estranho se aproxima.

Embora possam ser indivíduos dóceis no convívio social, eles constróem uma barreira de defesa psíquica, principalmente contra os desconhecidos. Podem ser levados a ocultar informações ou qualquer elemento de ajuda aos seus seme­lhantes, devido à insegurança com relação aos objetivos e predisposições alheias.

 A natureza desses pensamentos de desconfiança e hostilidade é bastante variada, porém há uma tendência de se agruparem em imagens de perdas materiais e agressividade.

A permanência nos padrões desarmônicos de Pastoris pode se revelar pron­tamente na adulteração da qualidade sangüínea, nas hemorragias, autointoxicações, urticárias, dificuldades imunológicas e especialmente nas dermatoses, que refletem na pele as manchas.

A essência é portanto um coadjuvante floral de valor nos tratamentos dermatológicos.

Pastoris é a essência preparada com as flores da planta conhecida como Bolsa-de-pastor, Bolsa-de-carneiro, Mandioquinha-do-campo, Marfim e Bucho-de-­boi. Trata-se de um arbusto da família das Bignoniáceas, que vegeta nos cerrados abertos do Brasil.

A Bolsa-de-pastor é uma planta que desperta muito a curiosidade infantil, sendo o seu exótico fruto objeto das brincadeiras as mais variadas. Da mesma forma que ela atrai as criancinhas com o seu magnetismo, pode ela também abrandar, purificar e sublimar os corações e seus julgamentos.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...