Google Tag Manager

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Tsuru - Origami - Uma Dobradura para Ajudar na Depressão


Posted by Picasa
Foto tirada pelo meu filho Daniel, que também é terapeuta, em casa da minha mãe no final de 2009.
Tsuru é o nome em japonês do cisne, feito pela técnica do Origami. Ele mesmo foi quem fez, num exercício de dobradura e paciência para ajudar na depressão.

Mas o que é mesmo a depressão?
1- É o estado de sentir-se triste, abatido.
2- É um distúrbio psiconeurótico ou psicótico, caracterizado especialmente pela tristeza, inatividade, dificuldade de pensar e de concentração, um significante aumento ou diminuição do apetite e das horas de sono, sensação de abatimento, desesperança e, as vezes, acompanhado de tendências suicidas.
3- Uma redução da atividade, da produtividade, da qualidade ou da força.
4- Uma baixa na vitalidade e na atividade funcional
(traduzido do Webster's)


Milhões de pessoas em todo o mundo enfrentam a depressão. Naturalmente, alguns deles estão sem emprego. Mas se fomos acometidos desta espécie de depressão, é porque na maioria dos casos ela é anterior ao período de desemprego e com a qual já vínhamos lutando há algum tempo, embora o fato de estarmos desempregados tenha tornado sua presença bem mais profunda do que o normal.

Se sofremos esse tipo de depressão no período de desemprego, é importante estar ciente de que essa enfermidade é de modo algum alguma falha de caráter, alguma coisa que poderíamos espantar "se fossemos pessoas mais fortes". Não e não! Depressão tem tanto a ver com o caráter quanto o sarampo. Ambas são enfermidades.

A depressão pode também ter causas fisiológicas. Pode ser causada ou agravada por distúrbios na tiróide, ou pela falta de determinados fluidos orgânicos no cérebro, ou por efeitos colaterais de certa medicações que estejamos tomando para outros fins.

Assim, se a sua depressão tornar-se muito profunda, sua primeira obrigação consigo mesmo e com seus entes queridos é checar essa possibilidade, indo imediatamente consultar-se com um médico qualificado e pedindo a ele para fazer exames de sangue que possam determinar se algum desses fatores está provocando ou agravando sua depressão.


Se você está deprimido e acometido por intenções suicidas, você precisa ver um médico ou um terapeuta hoje mesmo. Pensamentos ou intenções suicidas indicam que a sua depressão tornou-se uma emergência médica, tanto quanto a iminência de um ataque cardíaco.

Cuidado com o autoengano dizendo a si mesmo: "Isso vai passar logo!"
Aja!
Dirija-se a alguém que possa medica-lo ou ajudá-lo de alguma forma.
Procure no Google o contato mais próximo com o CVV - Centro de Valorização da Vida e busque ajuda imediatamente!

Se sua depressão é menos grave, mas mesmo assim perturbadora, e se os exames e a consulta médica foram realizados sem resultados por falta de causas físicas, você deve considerar a possibilidade de estar sob efeito de alguma situação - presente ou passada - e dos sentimentos e sensações produzidos em decorrência disso. Por exemplo, examine os seus pensamentos e veja se você está guardando alguma mágoa ou rancor.

A depressão tem as suas raízes na própria natureza humana. Isso pode ser comparado a uma pia da cozinha entupida. Nós, seres humanos, temos nossas experiências, que acarretam nossas emoções, que se esvaem como a agua da pia da cozinha. Mas se as emoções são retidas, elas ficam  paradas e começa a afetar o nosso sistema, como acontece com a agua na pia entupida. O remédio neste caso é obvio, é preciso desentupir o cano da pia para podermos prosseguir com as nossas vidas, vitoriosamente. É preciso conversar com alguém a respeito de nossas experiências, presentes e passadas e sobre os sentimentos que despertaram dentro de nós como uma forma de liberar a drenagem.

Assim, se você está deprimido, comece a conversar. Converse a respeito do que o está incomodando, seja no presente ou no passado, converse com a pessoa com quem você divide a sua vida, com seus amigos, com a sua familia, e muitas vezes de um modo até melhor com estranhos escolhidos por você para isto. Tente um terapeuta.

Uma dica pessoal. Procure por um terapeuta que já tenha passado por alguma situação semelhante a sua para que ele possa compreender melhor. Pergunte isso a ele.

Voltamos agora ao caso dos desempregados deprimidos. Este é o caso quando dizemos que estamos deprimidos como uma maneira de expressar nosso estado de ânimo temporário. É quando acordamos nos sentindo por baixo e achamos que levantamos "com o pé esquerdo" e coisas assim. Esta é a depressão do desemprego.

As 4 origens da depressão do desemprego.

É isto que iremos ver no nosso artigo seguinte. Um abraço, querido leitor.

Nota: Estimado leitor, agora você já pode sugerir temas a serem publicados nos meus blogs.
Basta visitar o meu blog principal em
http://purgly.blogspot.com
e votar no lado direito da sua tela.
Vote e veja em breve o que você mais gosta!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...