Google Tag Manager

domingo, 10 de janeiro de 2010

Deus e a Esperança - Estou desempregado há muito tempo, e agora?


Posted by Picasa
Estou desempregado há muito tempo, e agora?


Perspectivas

Quando estamos desempregados há muito tempo. Quando tudo o que a gente podia ter feito, foi feito, dando todas as origens da depressão foram diagnosticadas e tratadas e a depressão se mantem - especialmente se a procura pelo emprego se arrasta sem fim, se a gente já rezou, já tentou de tudo, o que fazer agora?
A resposta é manter a Esperança!
É muito importante manter suas perspectivas acesas. Você sabe como é. Você já se encontrou em meio a tempestades que pareciam que não iriam passar. Mas sabia que isso ia acontecer, mais cedo ou mais tarde, e esse pensamento o animava a prosseguir.
Mesmo neste momento de desemprego tão difícil, é importante nos darmos conta de que a natureza da vida consiste em alternar períodos:
- A vida é ora sombria, ora alegre.
- A vida às vezes é fácil, às vezes é difícil.
- A vida é aterrorizante, mas também pode ser linda.
- A vida tem momentos piores, outros melhores.
- A vida tem dias de luta, e outros em que as coisas andam sozinhas.
- A vida tem períodos de doença e outros de boa saúde.
- A vida é algumas vezes deprimente e em outras, estimulante.
- A vida tem horas de dor e horas de contentamento.
- A vida às vezes traz a morte, noutras, a ressurreição.
- A vida às vezes nos derruba, noutras nos exalta.
- A vida _as vezes nos faz chegar à beira do esgotamento, noutras, à glória.

É como se fosse um ritmo, alternando movimentos. Morte e ressurreição, morte e ressurreição. De novo, outra vez.
Você foi maltratado pelo mundo e está se esforçando, mas não consegue recuperar o emprego. Sim, meu amigo, trata-se dessas coisas ruins que acontecem com todo o mundo, inclusive comigo. Mas a vida alterna os seus ritmos.
As dificuldades do presente irão se resolver e se transformarão em alegria e prazer de viver. Você precisa, assim como eu, colocar este período na perspectiva de sua vida como um todo.
Se já decorreram mais de 3 meses desde o seu último emprego, procure ocupar-se em outras coisas também. Vá procurar ajuda - um orientador vocacional ou um terapeuta, se possível.
Saia com a familia. Mantenha-se em atividade, seja prestando serviço voluntários, seja frequentando um curso. Faça alguma coisa de bom na vida, mesmo estando desempregado. Lembre-se: no devido tempo, outro ritmo estará tocando para você.
Um abraço, querido leitor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...