Google Tag Manager

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O que diz o Código de Defesa do Consumidor sobre servicos


O que diz o Código de Defesa do Consumidor sobre serviços para uma oficia de motos.








- Entrega da cópia da Ordem de Serviço – Artigo 43- Somente quando solicitado.

- Falta de assinatura na Ordem de Serviço – Artigo 40 – Cliente pode alegar NÃO concordar com custo, com a duração do serviço, com o serviço executado.

- Prazo de entrega (Ordem de Serviço)- Artigo 18
Paragrafo primeiro, – Cliente  pode exigir: – Substituição do produto, Devolução da quantia paga corrigida, Abatimento porporcional do preço.

Paragrafo segundo, – As partes podem convencionar: – Redução ou ampliação do prazo (Até 180 dias).

Entrevista com cliente
Etapa mais importante
O momento da verdade!

Características da Motocicleta
O que fazer?
- Explicar
- Demonstrar em outra moto
- Manual do proprietário
- Apoio do chefe da oficina.

Motocicleta em reparo
- Acompanhar o reparo
- Diagnóstico
- PEÇAS
- Prazos
Manter o cliente informado.

Antes da entrega
- A solicitação do cliente foi atendida?

O que é Recall?
Convocação de consumidores – Ministério da Justiça – Campanha de Chamamento – Segurança e Legislação
- Compromisso: Realizar reparo em todas as motocicletas: Motos em serviço e Motos exclusivas para Recall.

Dúvida mais frequentes
- Moto batida
- Moto não vendida
- Moto transferida
- Cliente mora longe da concessionária.

Os primeiros 5 segundos fazem a primeira impressao

 Primeira impressão

Primeiros 5 segundos:
- Saudação (Bom dia…)
- Chamar pelo nome
- Mostrar interesse
- Tom de voz
- Sorriso

Cordialidade
- Agua
- Café
- Sala de espera

Empatia
- Posso entender…
- Compreendo…
- Eu sei como o Sr. (Sra.) se sente…
Coloque-se no lugar do cliente.

Interrupção pelo telefone
- Deixe o telefone na base
- Peça licença para atender
- Anote o recado
- Solicite apoio

Mecânico atendendo cliente
- Linguagem técnica
- Sem treinamento em atendimendo
- Informações desnecessárias
- Acompanhado do recepcionista

Horário de Pico
- Apoio
- Agendamento
Evita: Dor de Cabeça, dúvida, irritação, acúmulo de trabalho.
- Horário de entrega flexível
- Sistema leva e traz
- Um momento Sr., já lhe atendo.

Entrega bem feita
- Confirmação do serviço
- Moto limpa
- Explicação dos serviços e custos
- Entrega das peças trocadas.

Quando abrir Ordem de Serviço?
- Todo o tipo de serviço.
- Troca de oleo
- Ajuste de corrente
- Folga de manete
- Etc…

Soichiro Honda o que diz a Wikipedia

Soichiro Honda

http://pt.wikipedia.org/wiki/Soichiro_Honda
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
Soichiro Honda (本田宗一郎, Honda Sōichirō; 17 de novembro de 19065 de agosto de 1991) foi um engenheiro, industrial e magnatajaponês.
Nascido na cidade de Hamamatsu, em Shizuoka, Soichiro Honda foi o fundador da Honda Motor Co., Ltd., a maior empresa de motocicletas já vista e símbolo do milagre econômico japonês.
Honda começou a trabalhar depois da Segunda Guerra Mundial, utilizando motores recondicionados do excedente do exército.

Ao obter mais potência nas motos com uma aceleração maior do que pensava ser possível, ele partiu para a conquista do mercado mundial, vendendo máquinas elegantes para pessoas que antes as consideravam barulhentas.
 
Daí passou para os carros. Apesar de ser o presidente da Honda, Soichiro preferia trabalhar no instituto de pesquisa de sua própria companhia, nunca visitando a matriz em Tóquio, não comparecendo às reuniões da diretoria e deixando os assuntos gerenciais a um grupo de executivos jovens bem-preparados.
Soichiro permaneceu na presidência da empresa até a sua aposentadoria, ocorrida em 1973, e desde então foi um membro do Conselho de Administração da Honda.
Soichiro Honda faleceu em 1991, de insuficiência hepática.
 
Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.
 





Em 17 de novembro de 1906, nascia na aldeia de Komyo, na cidade de Hamamatsu, no Japão, o filho mais velho de um ferreiro. Seu nome, Soichiro Honda. Era uma criança curiosa, que desde muito cedo
ficava observando os motores,
encantado com seus barulhos, cheiros e segredos !
Nunca foi um bom aluno,
pois não se interessava pelas teorias dos livros,
preferindo a prática das coisas !
Aos 8 anos, já havia construido uma bicicleta e,
aos 13 já tinha uma série de pequenas "invenções" !
Aos 16 anos,
Honda vai para Tokio como aprendiz numa oficina mecânica ,
e poucos anos mais tarde,
volta para Hamamatsu e abre a sua própria oficina.
Aos 25 anos,
sua oficina já havia crescido e se tornado muito lucrativa !
Honda pôde começar a sua vida excentrica !
Construiu um barco de corrida, e um carro muito potente,
com motor de avião American Curtiss Wright !
Sempre metido em todo tipo de competição, certa vez ,
em um rali de velocidade, com um Ford incrementado,
Honda sofre grave acidente, ficando 18 meses em recuperação !
Isso freiou um pouco seu ímpeto de "playboy" ,
fazendo encarar a vida com mais seriedade !


Nos bons tempos das competições !! Já com 30 anos,
decide fabricar peças ao invés de consertá-las,
e começa a fabricar anéis para pistões.
Mas fabricar não era tão fácil como pensava,
e apesar da estrutura ( 50 funcionários e sede prórpia),
Honda passou por um período muito difícil.
Seus recursos quase acabaram !
Depois de muita pesquisa,
Honda descobre (com a ajuda de um antigo professor)
o que faltava na liga dos anéis : o silício !
Finalmente, em final de 1937, a
"Tokai Seiki Heavy Industries"
começa a fabricar anéis de qualidade
e se torna novamente (muito) rentável !
Honda decide estudar mais os metais
e entra no Instituto de Tecnologia de Hamamatsu.
Como nunca foi estudioso,
só assistia as aulas que lhe interessavam.
Quando o reitor foi explicar que não poderia receber o diploma,
Honda lhe diz: "Diploma ?
Isso vale menos que um ingresso de cinema.
O ingresso lhe garante a entrada no cinema pois voce pagou,
e o diploma não garante que se possa ganhar a vida com ele ... "
(em suas empresas,
as pessoas sempre foram promovidas pelo trabalho e competência,
independente do grau de instrução )
Na época da 2ª guerra,
começou a produzir hélices para a Força Aérea Japonesa.
Mas a região onde estava instalado sofreu muitos bombardeios,
e em janeiro de 1945,
um terremoto acaba de destruir ao que restara dos bombardeios !
A rendição do Japão se dá
quando Honda lutava
para reconstruir suas máquinas e instalações !


Com futuro incerto,
Honda vende sua fábrica para a Toyota ,
que era cliente de seus anéis.
Um pouco desiludido,
Honda fica um tempo fora do circuito,
gastando parte do dinheiro da venda na "vida boa" !
Mas , ambicioso e predestinado,
em outubro de 1946,
cria o Instituto de Pesquisas Técnicas Honda ,
no centro de Hammamatsu.
O Japão pós guerra estava caótico
e um dos piores problemas era o transporte.


Com o racionamento de combustível e trens lotados,
Honda pensa pela primeira vez nas motocicletas !
Comprou então um lote de motores
usados para geradores,
e com sua capacidade criativa,
os adaptou em bicicletas,
e logo estava vendendo os primeiros ciclomotores !


O primeiro lote de 500 motores arrematados
foram vendos rapidamente,
e Honda começou a projetar seu próprio motor.
Era um motor de 50 cc com potência de 0,5 cavalo.
O sucesso de vendas foi tanto ,
que em setembro de 1948, era fundada
a Honda Motor Company !
O primeiro ciclomotor Honda era de 90 cc,
chamado de A.


Este ciclomotor era conhecido como "Chaminé"
pois a mistura combustível era rica em terebentina
devido ao racionamento de gasolina,
e fazia muita fumaça !


A "Chaminé" modelo A Mas Honda queria algo mais,
e após vários protótipos,
em 1949 nasce a primeira motocicleta Honda,
com 98 cc, 3 cavalos ,
que seria chamada muito apropriadamente de "Dream" (sonho) !


A avó de todas as Hondas !! A partir daí, a história de Soichiro
se confunde com a própria história da Honda !
Sua competencia e genialidade ,
sempre a frente dos negócios ,
e sempre dinamico,
fizeram da Honda a maior industria motociclistica do mundo !


Soichiro e seu inseparável amigo e sócio Fujisawa


Soichiro parecia que nunca estava satisfeito,
e sempre incentivou as pesquisas,
o que levou a Honda a participar de
competições de motos e carros, i
nvariavelmente com incrível sucesso !
Emprendedor, fabrica carros, motos, geradores ,
motores de popa, máquinas agricolas,
e muitos outros produtos,
mas sempre sob sua batuta !
Osamu IIda (primeiro Presidente)
discursando na Honda Brasil em 1973,
ao lado de Soichiro Honda,
na fábica instalada num galpão no bairro da Pompéia em São Paulo
Soichiro Honda não só fundou
a maior empresa de motocicletas,
mas principalmente popularizou o motociclismo
e introduziu um alto nível de tecnologia
e confiabilidade em veículos de duas rodas !
Infelizmente, nada é eterno !


Em 5 de agosto de 1991, Soichiro
não resiste aos sérios problemas hepáticos ,
e deixa , aos 84 anos, o mundo do motociclismo orfão !


Foi uma vida inteira dedicada aos projetos audaciosos !


Em final de 1999, Soichiro é eleito por jornalistas do mundo inteiro,
o "Motociclista do Século",
aliás , um título prá lá de justo !!

Apresentação Pessoal

 

Foto de Soichiro Honda

Regata Soichiro Honda 03

Cuidado com

Boné

Barba

Uniforme

Crachá

Limpeza

Sapato

Frases muito importantes de Soichiro Honda

Frases muito importantes de Soichiro Honda.
Regata Soichiro Honda 01

“ A função dos senhores é reparar até a Alma do cliente!”.

“ Na situação em que esse bem necessita de reparo, o cliente estará sentimentalmente abalado.”

“ O contato dessas pessoas com vocês, muitas vezes é hostil. Não esperem que venham com um sorriso cordial.”

“ Eu também vivi a mesma situação. Tive contatos com clientes que não conseguiam esboçar um único sorriso.”

“ Numa ocasião como essa, se vocês se apresentarem descontentes e atenderem sem nenhuma alegria, e de forma meramente mecânica, como será que os clientes vão se sentir…”

“ Deve-se entender todos os anseios do cliente e tratá-lo com toda a gentileza, para que ele possa estar satisfeito.”

“ O veículo que o cliente adquiriu não é um bem barato. Tanto o automóvel como a motocicleta, para essa pessoa, representa uma fortuna.”

“ Fazer com que a pessoa consiga sorrir na hora de ir embora é dever do recepcionista.”

“ O momento da despedida é a oportunidade de ouro para vocês receberem avaliação positiva de sua pessoa, de seu atendimento e sentirem que o cliente saiu satisfeito com vocês.”


O segredo do sucesso!

Regata Soichiro Honda 02


Quem foi Soichiro Honda.
1906- 1991.
Fonte: http://www.motosclassicas70.com.br/soichiro_honda.htm

Caro Ricardo Pupo,
Cogratulações pela matéria e o excelente tema escolhido.



A figura lendária de Soichiro Honda está definitivamente inserida na história universal como o "homem que reinventou a motocicleta".

O motociclimo é dividido em duas partes: antes e depois da Honda que revolucionou no mercado das duas rodas.
Com visão muito além do seu tempo Mr.Honda criou, em poucos anos, a maior e a mais bem conceituada marca de motocicletas em todos os continentes do nosso planeta.

Apenas a título de curiosidade, no final dos anos 50 quando ainda estavamos na "pré-história industrial do motociclismo", a Honda lançou inovações técnicas, tais como:
- em 1959 a introdução da partida elétrica em alguns modelos de média cilindrada. Também em 1959, segundo técnicos americanos, a Honda já possuia a fábrica de motos mais moderna do mundo.
- A Honda sempre esteve empenhada em oferecer a seus usuários: economia,
tecnologia,
segurança,
confiabilidade mecânica e conforto com
baixo preço.

Sua visão para a utilização do uso da moto iria muito além de contemplar apenas os consumidores de alto poder aquisitivo, como é o caso de vários fabricantes de motocicletas entre eles cito: MV Agusta, BMW, Guzzi, Harley, etc.

A Honda iria oferecer a mais completa linha de produtos que iria desde um simples, confiável e barato meio de transporte como é o caso das 50cc e 100cc ( mais de 30 milhoes de unidades já foram vendidas em todo o mundo, especiamente na Ásia;  no Brasil basta perguntar a um motoboy qual é a moto que aguenta o tranco do seu trabalho,)
passando pelas médias cilindradas até as super bikes.
Mr.Honda sempre acreditou em motores limpos e duráveis como os de 4 tempos.
A aposta foi acertada pois em pouco mais de duas década havería proibição de motores de 2 tempos em decorrência de leis anti-poluição em diversos paises, em particular nos Estados Unidos.

Faço uma  breve menção ao nosso inesquecível Ayrton Senna que chorou ao saber da morte do amigo Soichiro Honda.
Nunca é demais lembrar que a Honda acompanhava o talento de Senna fornecendo-lhe novos e melhores motores de F1.
Como parte do grande relacionamento Senna/Honda a Honda jogou pesado ao  produzir o imbatível motor turbo que com apenas 1500cc produzia, aproximadamente, 1.000 HPs.

O motor turbo era tão superior aos demais concorrentes, pois além da alta tecnología usava sofisticados componentes/materiais, tais como: cerâmica para suportar as altas temperaturas do revolucionario motor turbo, que os outros fabricantes de motores não tinham como competir com a Honda.

Assim, a FIA optou pelo fim do turbo na fórmula 1 para a torna-la mais competitiva.

Coincidentemente, após a morte do Senna a Honda "esfriou" mantendo-se apenas como um simples fornecedor de motores para a F1.

Para concluir, aquí nos EUA onde o mercado é muito competitivo a Honda é sinônimo de alto padrão de qualidade e durabilidade e preço justo. 

Receba o meu cordial abraço,
Ricardo Sampaio
Dallas / TX
rscenterprise@yahoo.com  (Sexta Feira, 3 de Setembro de 2004, às 02:30:54)


Um homem investe tudo o que tem numa pequena oficina.
Trabalha dia e noite, dormindo apenas quatro horas por dia.
Dorme ali mesmo, entre um pequeno torno e algumas ferramentas espalhadas.
Para poder continuar seus negócios, empenha sua casa e as jóias da esposa.
Quando, finalmente, apresenta o resultado de seu trabalho à uma grande empresa, recebe a resposta que seu produto não atende ao padrão de qualidade exigido.
O homem desiste? Não!
Volta à escola por mais dois anos, sendo vítima da chacota de seus colegas e de alguns professores, que o chamam de "louco".
O homem fica ofendido? Não!
Dois anos depois de haver concluído o curso de Qualidade, a empresa que o recusara, finalmente, fecha contrato com ele.
Seis meses depois, vem a guerra. Sua fábrica é bombardeada duas vezes...
O homem se desespera e desiste? Não!
Reconstrói sua fábrica, mas um terremoto novamente a arrasa.
Você pensará, é claro: bom, agora sim, ele desiste!
Mais uma vez, não!
Imediatamente após a guerra há uma escassez de gasolina em todo o país e este homem não pode sair de automóvel, nem para comprar alimentos para sua família.
Ele entra em pânico e decide não mais continuar seus propósitos?
Não! Criativo, ele adapta um pequeno motor à sua bicicleta e sai às ruas.
Os vizinhos ficam maravilhados e todos querem as chamadas "bicicletas motorizadas".
A demanda por motores aumenta e logo ele não conseguiria atender todos os pedidos!
Decide montar uma fábrica para a novíssima invenção.
Como não tem capital, resolve pedir ajuda para mais de quinze mil lojas espalhadas pelo país.
Como a idéia parece excelente, consegue ajuda de 3.500 lojas, as quais lhe adiantam uma pequena quantidade de dinheiro....
Hoje, a Honda Corporation é um dos maiores impérios da indústria automobilística!
Esta conquista foi possível porque o Sr. Soichiro Honda, o homem de nossa história, não se deixou abater pelos terríveis obstáculos que encontrou pela frente.
Quantos de nós, desistimos por muito menos?
Quantas vezes o fazemos antes de enfrentar minúsculos problemas?
Todas as coisas são possíveis, quando sustentadas por sonhos e valores consistentes
Ana Maria Lima Chagas
ana.chagas@brabus.com.br


Em julho de 1990, eu era Chefe de Redação de uma grande Agência de Propaganda em Manaus/AM e tomei a responsabilidade de escrever o Roteiro de um documentário para a Moto HONDA da Amazônia.

Quando o roteiro voltou pelas mãos do Atendimento da Agência estava todo mutilado.
E uma das coisas que não pude manter no texto final foi a minha conclusão:

"... ele foi muito além dos Zaibatsu's.
Ele conduziu suas idéias e projetos pautados sobre a competência e esta não depende de formação acadêmica.
Um diploma não garante o conhecimento, caráter e a dedicação de um funcionário, bem como sua lealdade.
A sua conduta no dia-a-dia é responsável pelo reconhecimento e isto realmente tem valor.
A conscientização de ser um colaborador (este termo era novidade na época) HONDA necessariamente não passa pelo currículo e sim pela vida profissional que cada um se permite ter".

Fiz outro final "água com açúcar" para atender aos interesses da Diretoria/Gerência da empresa/cliente e consegui aprovação, no entanto guardei uma cópia do meu texto original por muitos anos.
Em 2007, retornando a Manaus, encontrei em meus alfarrábios o original, ainda datilografado na Olivetti Lettera, e chorei emocionado ao ler.

Enquanto transcrevia aquela conclusão para minha agenda, pelas minhas lembranças passaram imagens de minha trajetória profissional.

Fui (sou) radialista (um dos fundadores do Sindicato dos Radialistas do Estado do Amazonas - trabalhei nas principais emissoras de Rádio e TV de Manaus), jornalista (desde 1970 - beneficiado pela Lei - quando não havia formação acadêmica - era responsável pelo fechamento de duas folhas de notícias internacionais do segundo maior Jornal de Manaus na época - nos anos 80/90 fui apresentador de Telejornal), publicitário (fundador e primeiro e segundo Presidente da Associação das Agências de Propaganda do Estado do Amazonas), redator publicitário (2 prêmios internacionais, 5 nacionais e 6 regionais), Diretor de Criação (de duas grandes Agências de Propaganda de Manaus), Diretor Comercial (de uma Rede de Televisão com 23 emissoras e 18 Repetidoras na Amazônia), Diretor Artístico e de Produção (TV Rio Negro Canal 13 e BESANÇON Produções Digitais, respectivamente), Diretor de Planejamento (ZERO92 Propaganda, importante Agência de Propaganda em Manaus) e Locutor/Dublador (atualmente no Rio de Janeiro).

Nossa, pensei, Soichiro Honda era mesmo um visionário.
Eu consegui fama, dinheiro e uma respeitável carreira profissional com apenas a 8ª Série concluída.
Portanto, sou um exemplo de que "...sua conduta no dia-a-dia é responsável pelo reconhecimento e isto realmente tem valor".

nome: Carlos Adonai Vásquez
(adonai@so1click.com) Segunda Feira, 18 de Agosto de 2008, às 18:36:54

Oportunidades de melhoria para lembrar


 Oportunidades de melhoria no dia a dia de uma empresa. Atitude pessoal









Check List
Ações Simples que Fazem a Diferença.

1- Portar uniforme e crachá visível.
2- Fazer saudação com sorriso.
3- Indicar a sala de espera e mostrar onde fica.
4- Oferecer água ou café.
5- Chamar pelo nome. Se fazer conhecer, gostar, confiar.
6- Aprofundar-se no problema.
7- Fazer orçamento prévio.
8- Obter a assinatura na Ordem de Serviço.
9- Observar detalhes.
10- Identificar o tipo de cliente e trata-lo como ele gostaria.

domingo, 29 de maio de 2011

Serviço Expresso Honda Video

Serviço Expresso Honda - Video

Fonte:

http://www.honda.com.br/Util/Flash/pos-vendas/Motos/Servi%C3%A7o_Expresso/video_servico_expresso.html

Excelência em Serviços Honda - Video

Fonte:

http://www.honda.com.br/Util/Flash/pos-vendas/Motos/excelencia_servicos/video_servico_exp_interno.html

Dicas de Pilotagem Motocicleta
Fonte:
http://www.hondapilotomais.com.br/#/intro

Honda Racing – Equipe Honda
Fonte:
http://www.equipehonda.com.br/index.asp

Consorcio Nacional Honda
Fonte:
http://www.consorcionacionalhonda.com.br/

Clubinho Honda para a criança ter educação no transito desde pequena.
Fonte:
http://www.clubinhohonda.com.br

Moto Honda da Amazonia ampliou sua fabrica em 2010




Moto Honda da Amazônia inaugura nova linha de produção em seu complexo industrial de Manaus - outubro/2010
 
Fábrica aérea 2_alta
 

Com investimentos da ordem de R$ 90 milhões, linha de produção exclusiva para motonetas tem capacidade produtiva anual de 500 mil unidades.
 
Fábrica aérea_alta
 
A Moto Honda da Amazônia é líder absoluta em vendas no mercado brasileiro de motocicletas.
 
Desde o início de suas atividades no País, em 1976, já produziu mais de 14 milhões de unidades e, atualmente, detém 77% de participação nas vendas.
Linha 1_alta
 
 
Em 2009, foram produzidas 1.241.543 unidades (mercado interno e exportação) e a previsão para 2010 é que este número salte para 1.430.000.
 
Reafirmando sua crença no potencial do mercado brasileiro e com o objetivo de se preparar para demandas futuras, a Moto Honda ampliou sua fábrica.
 
Linha 2_alta
 
As instalações da nova linha integram o complexo industrial da empresa em Manaus (AM), que ocupa um terreno de 661 mil m². Com 21.750 m² de área construída, a unidade recebeu investimento de R$ 90 milhões e tem capacidade produtiva de 500 mil motocicletas por ano.
 
Em 2011, a expectativa de produção é de 300 mil unidades, número deverá ser elevado para 415 mil até 2013.
 
Linha 3_alta
A nova linha foi criada com o conceito de fluxo contínuo de produção e otimização da eficiência produtiva.
 
Sua construção levou aproximadamente dois anos e contou com o envolvimento direto de cerca de 40 pessoas, desde a concepção do projeto até a finalização das obras e a instalação dos equipamentos.
 
Linha 4_alta
Tecnologia aplicada aos processos produtivos
Responsável pela produção dos modelos Biz 125, Pop 100 e Lead 110, na nova linha o tempo para a fabricação de cada unidade é de 39 segundos para a Biz 125 e a Pop 100 e de 49 segundos para o Lead 110.
Este novo empreendimento conta com 760 colaboradores e opera em dois turnos, com oito setores produtivos interligados por meio de transportadores aéreos.
 
Linha 5_alta
São eles: solda do tanque de combustível, solda do chassi, pintura a pó do chassi e do tanque de combustível, pintura de peças plásticas, fabricação do assento, montagem de componentes, montagem de motores e linha de montagem de motocicletas acabadas.
Há ainda a inspeção final, embalagem e expedição das motocicletas, todas trabalhando com a mesma velocidade e de maneira sincronizada.
 
Linha 6_alta  
Dentre as inovações tecnológicas aplicadas aos processos produtivos, vale ressaltar o pré-tratamento sem contato com o ambiente nas cabines de pintura; o enclausuramento total contra sujidades nas pinturas; a esteira automática para inspeção final; a esteira única na linha de montagem de motores; o sistema de ar comprimido com tecnologia de secagem por adsorção; a utilização de chiller centrífugo com alto rendimento e eficiência energética; o uso de caldeiras com reaproveitamento do calor das chaminés; o trabalho sincronizado entre os setores de embalagem e expedição; e a movimentação dos conjuntos realizada totalmente por transportadores aéreos.
 
Linha 7_alta
 
Respeito à natureza

A preservação do meio ambiente e o respeito ao ser humano são prioridades da Honda desde o início de suas atividades no Japão, em 1948.
 
No Brasil, este compromisso também permeia todas as etapas de produção da Moto Honda da Amazônia.
 
A empresa realiza ações que contribuem com a conscientização da sociedade e implanta políticas de gestão e de proteção ambiental, com metas voltadas ao uso racional dos recursos naturais.
 
Acompanhando esta filosofia, a nova unidade fabril conta com sistema de tratamento de água por osmose reversa nas cabines de pintura e sistema de coleta de água centralizado na cisterna de captação, sem contato com águas pluviais.
 
Além disso, o descarte de efluentes é feito na Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) da própria fábrica.
 
Considerada a mais moderna da América do Sul, a ETE possui área de 500 m2 e capacidade para tratar 2.200 m3 de efluentes industriais e biológicos por dia, com o objetivo de reaproveitar a água utilizada pela empresa durante o processo produtivo.
 
Depois de submetida a várias etapas de tratamento, filtração e esterilização, a água - já totalmente despoluída - é destinada à irrigação da área verde da indústria e, em breve, será utilizada em torres de refrigeração, reservas para hidrantes e cortinas de água em cabines de pintura.
 
A estação também aproveita outros materiais, como o lodo industrial e biológico gerado após o processo de tratamento, que são utilizados em co-processamentos para fabricação de argamassas, cimento e asfalto.
Na nova linha de produção, os recursos energéticos são utilizados de forma racional.
 
Para economizar energia elétrica, equipamentos são frequentemente inspecionados, lâmpadas e reatores são escolhidos pela eficiência e a energia solar é aproveitada.
 
O GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), menos poluente, tem sido cada vez mais utilizado em substituição ao querosene nas caldeiras.
 
Nestas, todo o vapor é reaproveitado após sua condensação, reduzindo a necessidade de energia elétrica para aquecimento de água fria e minimizando, assim, o consumo de água.
A pintura a pó do chassi e tanque de combustível, por sua vez, não gera resíduos de borra de tinta nem emissões de organos voláteis, de forma a não gerar impacto na camada de ozônio ou contribuir com o aquecimento global.
A busca por soluções inovadoras para evitar a geração de resíduos está presente também nas embalagens e na expedição.
Por isso, a Moto Honda utiliza o No Packing Delivery (NPD) - sistema vai-e-vem de expedição em racks, aliado ao uso de caixas plásticas retornáveis, para embalar peças e componentes.
Quando chega ao seu destino, a motocicleta é retirada do rack, que é dobrado e devolvido à Moto Honda por meio de caminhões e balsas.
Em seu caminho de volta, os caminhões transportam componentes para a produção de novas motocicletas.
Produtos amigáveis ao meio ambiente
Desde 1º de janeiro de 2009, todas as motocicletas produzidas pela Moto Honda da Amazônia em suas duas unidades fabris atendem ao Promot (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares), em níveis de emissões expressivamente menores que os estabelecidos pela legislação.
 
Para adequação à nova norma, todos os modelos Honda foram submetidos a um redimensionamento do sistema de combustão, desde a alimentação até o sistema de escape, para chegar a níveis ótimos de desempenho e de emissões, conforme cada projeto.
 
As mudanças envolveram equipes especializadas de engenharia do Brasil e do Japão, emprego de laboratórios, campos de provas e equipes de fornecedores para desenvolvimento dos componentes.
Além de produzir motocicletas menos poluentes, desde 2003 a Moto Honda da Amazônia aplica uma política mundial de controle do uso de substâncias químicas – que apresentam alto poder de contaminação ambiental e risco para a saúde humana.
 
A iniciativa está presente, por exemplo, na adoção da tinta ecológica, totalmente isenta de metais pesados.
 
Chamada de Programa de Redução e Eliminação de Substâncias Químicas, a ação conta com o envolvimento da fábrica de Manaus e de todos os fornecedores – uma vez que o requisito de isenção dessas substâncias é um dos presentes no contrato dos fornecedores da empresa.
 
Moto Honda da Amazônia
A fábrica da Moto Honda da Amazônia pode ser identificada como uma das empresas mais verticalizadas do Distrito Industrial da Zona Franca de Manaus: em conjunto com a Honda Componentes da Amazônia (HCA) e com a Honda Tecnologia da Amazônia (HTA), produz vários componentes aplicados no produto final, como escapamentos,  rodas, chassi, guidão e outros.
 
Com a inauguração desta nova linha, a capacidade produtiva eleva-se para um total de até dois milhões de unidades por ano.
Jornalista Responsável: Ricardo Ghigonetto (Mtb. 14.150)




























































































quinta-feira, 19 de maio de 2011

Doceria Lecado inaugurou no dia 17 de maio filial em Botafogo Rio de Janeiro

Doceria Lecadô inaugurou no dia 17 de maio de 2011, filial no Botafogo, Rio de Janeiro.

Fonte: http://www.dabliu3.com/

Lecadô inaugura filal em Botafogo



A Zona Sul do Rio vai ficar ainda mais doce.

No dia 17 de maio, a Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, recebe a mais nova loja da rede carioca de docerias Lecadô.

A filial vai seguir o conceito de sucesso da rede, mas com um delicioso diferencial, um espaço para almoço.

Diariamente, serão servidas quatro opções de pratos diferentes com massas, carnes e saladas por um preço fixo de R$13,90.

No cardápio, salada de folhas com grelhados ou empadão, escondidinho de carne seca, escalopinho com suflê de legumes, rondele de queijo com presunto, panqueca, rocambole de carne com penne ao molho pesto e filé de peixe com salpicão, entre outros.

A outra novidade é o lançamento do folhado de camarão com creme cheese – R$ 3,00. Uma ótima opção para quem gosta dos salgados da rede.






Segundo a gerente de marketing do Lecadô, Michele França, o bairro tem grande demanda por refeições rápidas e, como já trabalha com lanches, a ampliação do cardápio é uma forma de atender a esse público.

 “Nossas lojas registram um grande movimento na hora do almoço de clientes que consomem nossas coxinhas, marquesas e outros salgados. Com esse cardápio especial, Botafogo terá uma opção de refeições”, explica.






A filial do Lecadô em Botafogo segue a decoração moderna das lojas e oferecerá aos clientes um cardápio de delícias com tortas, rocamboles, charlotes, bolos decorados, docinhos e bombons, elaborados com receitas caseiras e fabricação própria.

No menu também estão salgadinhos, como a coxinha de frango com catupiry e a marquesa de camarão, campeões de vendas da casa. Em datas comemorativas, a doceria incrementa suas opções com produtos especiais, como tortas nos dias das Mães, Namorados e Pais, além de panetone e pavê no Natal.

Para garantir o sabor e manter o conceito de doces caseiros com muita qualidade, as receitas são elaboradas na fábrica do Lecadô e todos os produtos seguem um controle rígido na produção e na escolha dos ingredientes.






SERVIÇO: www.lecado.com.br


Lecadô Botafogo – Rua Voluntários da Pátria, 292 – Botafogo.


Tel: (21) 2226-6998


A loja conta com 16 lugares.


Funcionamento: de segunda a sábado das 8h30 às 20h. A loja não abre aos domingos.


Cardápio especial de almoço: de segunda a sabão das 11h às 15h.


Aceita: Cartão Máster, Dinheiro. Não aceita cheque nem tíquete.

Ponto Frio Inaugura Loja Conceito no Carioca Shopping

Ponto Frio Inaugura Loja Conceito no Carioca Shopping
Fonte: www.dabliu3.com


Os clientes do Carioca Shopping passarão a contar com uma mega loja conceito do Ponto Frio, a partir do dia 24 de maio.

A loja, de 1.700 m2, segue o novo conceito da rede com ampla área de vendas e oferece a mais completa linha de produtos de tecnologia disponível no mercado.

Construída sob o novo formato "conceito", a nova Ponto Frio oferece um espaço hi tech, contemporâneo e aconchegante, que proporciona uma experiência de compra única para os clientes de shopping.

Além de uma vitrine de tecnologia e informática para produtos de maior valor agregado, como os itens da linha Apple, a loja tem layout diferenciado e oferece a "degustação" e experimentação de produtos como iPads, celulares e computadores com acesso à internet, inclusive com rede Wi-Fi.

“A chegada dessa loja reflete o bom momento pelo qual o Carioca Shopping está passando.

Estamos brindando nossos clientes com uma loja de primeiro mundo”, conta Henrique Baez, Superintendente do Carioca Shopping.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...