Google Tag Manager

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Principais dificuldades das consultorias de inovacao tecnologica

Principais dificuldades das consultorias de inovação tecnológica.

The Change Challenge for Innovation Consultants



http://www.innovationexcellence.com/blog/2012/03/18/the-change-challenge-for-innovation-consultants/

Texto de Paulo Hobcraft.


Recentemente eu me lembrei de um artigo de Daniel Krauss, escrevendo sobre o site blog Forrester sobre o "Caminho da Revolução em consultoria de gestão", que levam-me a responder à sua pergunta "o que constitui uma empresa de consultoria de gestão de 2.0?"
Eu adaptei minha opinião aqui para refletir onde se torna ainda mais relevante para as empresas de consultoria de inovação que eu sinto estão, em geral, lutando no ambiente de hoje para sobreviver, por várias razões.
O desafio está hoje por não fornecer o valor suficiente de consultoria aos clientes, e a menos que isso  mude vai continuar a erodir a sua confiança nestes prestadores de serviços.
Em muitos aspectos, a indústria de consultoria especializada em inovação é o seu pior inimigo. Eles estão ficando muito resolutamente conduzidos por soluções internas, assuntos abordados  internamente, auto-promovendo, ainda tentando transmitir a história de mestria, quando claramente está faltando e, por isso o não do cliente.  


O cliente está cada vez mais exigindo soluções mais orgânicas ou holísticas de ofertas de inovação.  

Estas peças separadas, muitas vezes não se encaixam em um sistema de inovação completo porque eles são fornecidos por uma variedade de fornecedores de serviços diferentes, tendo todos os seus próprios métodos e abordagens.


Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.



Quando muitos clientes estão trabalhando ativamente nos desafios da inovação eles se mudam para uma plataforma mais aberta e colaborativa para obter e sustentar seu próprio conhecimento interno para o desenvolvimento do produto.


 Os clientes têm abraçado (por vezes assumido relutantemente) a celebração de parcerias estratégicas na cadeia de suprimentos, compras, gestão de RH e uma série de atividades de TI relacionadas com pesquisa e desenvolvimento.

 Eles estão focados no esforço de envolver o consumidor final dentro do entendimento de satisfazer as suas necessidades , ou trabalhando para descobrir as necessidades não satisfeitas.  

No entanto, os consultores em inovação ainda são uma história diferente de ser contada. 

Relutantes em abrir-se e assim poder ganhar com mais pensamentos divergentes sobre os problemas que essas mudanças estão causando aos clientes, os consultores são muito cautelosos, para seu próprio bem. Empresas de consultoria, por outro lado estão se movendo muito cautelosamente a qualquer forma de mudança.


De forma colaborativa, elas tendem a trazer 'especialistas' com novas atribuições quando elas precisam de mais experiência.  
Esquecem "que todo o conhecimento novo reside fora de suas próprias paredes", e ainda que relutantemente ficam com o sistema fechado de inventar só dentro da empresa.  

Isso você vê na série de variações sobre o que é reivindicado como suas versões de "inovação":  é o tema de processos, sistemas, gestão de idéias, etc".
Eu vejo uma enorme quantidade de clientes experimentando e aprendendo internamente e devido a este fato,  se tornando extremamente seletivos para o uso de algum conselho externo.  



Para muitos da empresa de consultoria de inovação, isto significa que estes clientes são muitas vezes demasiado ocupados para aproximar-se, ficando na sua própria prática emergente e devido a este 'atraso' perderam qualquer posição de liderança de pensamento em muitas coisas relacionadas com a inovação.  


Para superar isso, você, como consultor de inovação, precisa ser contratado, para ser capaz de reunir fragmentos de informações para obter as idéias que a independência pode oferecer.  


Isso requer muita experiência, dedicação e envolvimento constante na compreensão mais ampla da inovação e  não da maneira que a  especialização vem sendo conduzida e que deixa escapar os insights críticos;  eles são  ignorados uma vez que não se aplicam à sua área estreita de conhecimento.  

Infelizmente os generalistas em inovação bem experientes são muito raros no chão de fábrica. Você precisa procurar muito por eles para encontrar os quese  estão disponíveis. Também as práticas de consultoria de grande porte não pode dar ao luxo de ter mais do que alguns especialistas de digitalização neste terreno da inovação.

Exceções e necessidades dos clientes
Claro que temos exceções notáveis; o valor em que a Bain, McKinsey, Booz e PWC agregam é muitas vezes no seu acesso ao C-level das pessoas e na sua capacidade de fornecer relatórios sobre as melhores práticas para ajudar nas indústrias de benchmarking e práticas em torno de  organizações com pensamento atual em inovação.  


As conclusões ainda muitas vezes não são traduzidas em soluções práticas; elas permanecem apenas nos resultados da investigação.

As conclusões ajudam a todos nós envolvidos na compreensão prática da inovação emergente, de como se relacionar e absorver os resultados, mas não são suficientes com as respostas aos clientes do que eles estão procurando obter dos prestadores de serviço externos.  

Eles querem ligar o pensamento de melhoria à prática. Os clientes muitas vezes não têm profundo conhecimento real de extrair as implicações dessas práticas emergentes, e querem trabalhar mais ao lado de outros em espaços de prática experimental para realmente descobrir como responder aos desafios ou compreender as implicações para seu próprio negócio.  

É apenas uma parte do quebra-cabeças do conhecimento a inovação para o cliente.  

Eles, os clientes,  precisam constantemente procurar outro lugar para formular isso juntos, se em tudo o que podem, como tantas vezes, o relato perde muito de seu valor, pois não se traduz em soluções sugeridas, se a indústria de consultoria não fornecer estes serviços ou laboratórios de conhecimento.
Os clientes são forçados a procurar por si mesmos, através de grupos informais ou aqueles organizados pela necessidade da indústria para reunir a sua compreensão, um pouco como uma colcha de retalhos.  


Onde está o anteriormente respeitado e "confiável" conselheiro, o consultor, dentro desta area, muitas vezes marginalizada ou tentando desesperadamente muscular as discussões para seu próprio ganho? 

 O valor de tomar e traduzir todos esses relatórios diferentes em novos modelos sugeridos de prática parece não ser importante.  

Por que não estão as empresas de consultoria trabalhando metodicamente no resumo "coletivo" desses relatórios e, em seguida, destilar-los em idéias emergentes como um motor de desenvolvimento?  

Parece esta "conexão" de muito conhecimento não está sendo valorizada e a capacidade de ter estes conhecimentos dissecados e interpretados, está faltando a maioria dos consultores, mesmo os que fornecem os relatórios, para que os clientes que são deixados para interpretar por eles mesmos.  

Isso não pode ajudar a equação cliente / consultoria e muitos erros podem ser feitos na interpretação errada de como ambientes e circunstâncias são geralmente únicos. Este é o lugar onde o aconselhamento externo pode marcar de forma significativa para explicar as diferenças e proporcionar soluções adequadas que ainda se fundem nas práticas emergentes, mas precisam caber na situação que o cliente específicou.
Existe a ausência das grandes consultorias em fóruns de inovação - por quê?
Por que a prática da consultoria muitas vezes está ausente dos fóruns, conferências e intercâmbios de internet ao vivo?  


Também devido à sua ausência, outros estão gratos por preencher este espaço, mas talvez não o façam tão bem.  

Eu não estou falando sobre os fornecedores de software de solução aqui, eu estou falando sobre os pesos-pesados ​​de consultoria estratégica.  

Isto tem alguma vantagem para os que preenchem o espaço, mas sem as grandes empresas de consultoria na condução, visão da inovação, como eles têm a visão global e recursos; consultorias com maioria  de inovação penduram existentes no experimentado e testado método que utiliza ferramentas e técnicas existentes e não amplia os limites.  

Estas empresas de consultoria muitas vezes não estão na posição para fazer isso. Então, a realidade é que a inovação não está evoluindo, assim como deve, pois atualmente, não existe esse "músculo maior " para conduzir e empurrar aa mudançaa, muitas vezes geradas pelas casas das grandes consultorias.  

Elas atualmente parecem ser altamente seletivas em seu foco e a inovação e que é  o quesito mais restritivo para todos. E assim não ajudam a promover a prática da gestão da inovação, como poderia ser.
Práticas de consultoria mundiais estão sendo dirigidos mais pelos números, pela capacidade de utilizar e aproveitar peças de trabalho para obter um retorno.  


É menos consistente, o envolvimento sempre presente em todas as vias de diálogo social, e a consultoria tornou-se mais de um "arregaçar as mangas" e um elemento a mais para ajudar.  

Esta falta de consultoria reflexiva entre o local onde a presença coletiva de consultores, clientes e funcionários envolvidos na inovação pode encontrar-se regularmente a explorar mais o "e se?" não está ajudando empresas de consultoria, ou clientes na interpretação dos conjuntos de sinais da linha de frente e transformando as oportunidades de consultoria em mudança com muitas correntes estabelecidas nas melhores práticas, processos ou métodos. Estamos perdendo oportunidades de inovação quando deixamos de traduzir esses 'sinais' e avanços na prática de liderança.
O movimento de clientes que constroem suas próprias capacidades de inovação internas
Por último nesta crítica, os clientes estão aumentando  a construção os suas próprias  capacidades de consultoria de inovação internas (in-house) , não apenas na execução, mas em trabalhos de desenho.


 Isto nega consulta à prática necessária de trabalho, ou o tempo de jogo para experimentar, explorar, aprender e traduzir isso para o benefício de muitos.
Essas mudanças, junto com outras que compõem uma lista cada vez mais longa estão a minar a posição dos consultores de inovação. 

 Acho que chegou o tempo para uma grande mudança nacontecer.
Então, vamos em primeiro lugar resumir os maiores desafios em consultoria de inovação:

   
1- Os clientes estão enfrentando uma indústria crescente com fragmentação dos jogadores de consultoria em muitos nichos de mercado. 


 Isso está se tornando mais uma 'boutique" de prestadores de serviços, que têm pouca escala e a prática global.

Isso realmente corresponde ao perfil dos clientes ideais de alcance global e apoio?  

É uma restrição que obriga os clientes a continuar a construir sua capacidade interna com o seu perfil de custo diferente, mas talvez semelhante.

    2-
A incapacidade de proporcionar uma experiência de inovação ampla ou aumentos de capacidades.  



Este é outro trabalho negativo contra muitas empresas de consultoria.  

Muitos dos parceiros tem  atuado fora de sua respectiva indústria por um número elevado de anos e deixam de apreciar o 'batimento cardíaco" real que alguém próximo que ele pode detectar; eles foram retirados do dia-a-dia  por um período muito longo e muitas vezes o ritmo da mudança é difícil de acompanhar. Eles estão cada vez mais dependentes de outros para formar opinião.


Se não há quem substitua a experiência que eles têm, para onde eles estão indo?

   
3- Os centros de inovação de ponta,  pensando em consultoria são raros.  

 
Há tão pouco contribuir para o estoque de conhecimento novo, sempre necessário por consultores para apresentar a sua constante atualização que isto é "caso de relevância".  

Muitas vezes a pesquisa é apenas uma atualização de material mais antigo. E uma nova solução precisa ser encontrada para reforçar o estoque de conhecimento e inovação.

    4-
Sofisticação e especialização é muito procurada, mas é cara para manter.  


Tendo esse conhecimento, alguém sentado na cadeira,  dentro de uma empresa de consultoria, é considerado mais como um passivo de custo do que como um ativo valioso.

    5-
O entendimento estratégico em rápida mudança, os mercados complexos e as organizações, tornam tudo extremamente difícil para os forasteiros (consultores) para agarrar o detalhe necessário.


 Para ser capaz de contribuir para clientes que enfrentam problemas complexos e navegar nestes "movimentos de corredeiras em modificação constante"é preciso um sentido real do pulso. Todos estes estão dentro dos desafios a serem resolvidos dentro da indústria de consultoria.

    6-
Experimentos limitados estão sendo realizados nas práticas de consultoria de inovação.  


O foco está muito mais relacionado em adotar as melhores práticas e aplicá-las para tantos clientes quanto possível.  

7- O pensamento crítico em inovação é difícil de justificar.

 Inovação experimental está longe de ser algo que os clientes estão muito dispostos a pagar por ele, na verdade, ainda deve ser aplaudido por isso, de modo a ganhar vantagens competitivas a partir desses insights.  

Este é um grande desafio a superar. 
 Confiança e reputação como pensadores em matéria de inovação ajuda, mas há igualmente uma questão. Relutando em oferecer o mesmo conselho a todos, dispostos a ,alguns conselhos  do tipo cliente / consultoria devem ser mutuamente exclusivos.

   
8- Os parceiros precisam mudar seus modelos de remuneração que impulsionam o negócio de consultoria.  


Eles se concentram em domínios específicos da indústria em geral e ainda estão procurando clientes para além das suas próprias fronteiras, cada vez mais a ganhar novos insights e vantagem competitiva.  

São  as empresas de consultoria de inovação  suficientes para alavancar todos os setores?  

A repartição tradicional, da qual a empresa de consultoria é mais conhecidae utilizada para resolver problemas específicos, continua a reforçar o conhecimento mais amplo e limitar o conselho.  

Isto não está a servir bem os clientes, embora seja "alegam as " consultorias, uma maneira de atingir todos os setores para a introspecção e aplicação possível.  

 Esta falta de busca ativa em toda a indústria é um círculo vicioso que tende a aumentar mais, de modo a expandir a capacidade  de oferecer técnicas mais abrangentes de inovação prática e opções para os clientes para explorar.
Todos estes problemas estão dentro dos desafios ainda a serem resolvidos dentro da indústria de consultoria de inovação.
Um modelo mais aberto de colaboração é necessário.

   
9- As empresas de consultoria devem tornar-se o anfitrião e serem os  "orquestradoras" do potencial construído através de plataformas para reunir e colaborar com os clientes.

    
Os clientes estão aprendendo a colaborar mais em rede. Para alavancar  domínios mais afora,  os consultores, a meu ver,  devem fazer uma mudança fundamental: abraçar o inimigo ( outras consultorias) de mais renome, seus concorrentes, e procurar os locais de conhecimento gratuito que, quando combinados podem oferecer aos clientes o melhor,  e não apenas o melhor reformulado.

    
Existem fontes de crescimento de conselhos alternativos para os clientes, e eles estão reconhecendo isso e procurando soluções econômicas.   


O crescimento das consultorias de nicho, o uso dos acadêmicos, bem como a capacidade para chegar e pagar o perito em seu campo superior exclui as empresas de consultoria especializada na maioria das vezes.  


10- Liderança de pensamento não está residindo "dentro das necessidades, mas está fora e a consultoria precisa encontrar formas mais imaginativas para puxar essa experiência para adicionar o valor aos clientes quer na diversidade quer no entendimento.

    
Os clientes estão cada vez mais dispostos a reunir os conselhos diversificados. A empresa de consultoria que fornece uma plataforma / canal para uma comunidade de experiência extraída de uma rica diversidade de origens para trabalhar juntos em desafios maiores do que de costume, eu estou convicto que, seria atraente para os clientes.


 Estas colaborações não tem uma sobrecarga embutida cara para apoiar ou uma identidade de guarda-chuva forçada.

    
O apelo em reunir especialistas que podem se reunir e trabalhar em problemas específicos e complexos, em seguida, dispersar, tem grande valor.  


É através destas interações especializadas que se pode oferecer uma abordagem diferente do que estamos vendo hoje.  

Esses 'eventos' ou resultados aos desafios podem ser divididos em pagamentos  'discretos', ou seja pagamentos módicos necessários para impulsionar as  soluções e pode ser parcelado para as empresas, cada vez mais especializadas, que trabalham com a parte dentro da solução de valor que contribui para resolver o problema complexo.

    
A necessidade hoje é ter acesso real ao pensamento de grande qualidade e isso não reside dentro das paredes de uma empresa de consultoria, por maior que nos funcionários destas empresas afirmem o contrário (muitas vezes repetindo a mesma coisa).
A resolução possível  é a salvação para consultoria de inovação.
A resolução ou (salvação) da consultoria é a construção de redes transparentes de especialização, reunidas em plataformas fornecidas pelo host nomeado ou consultor, para que os clientes vejam e valorizem o acesso ao mais amplo,  a melhor experiência disponível de quem está trabalhando através de seus próprios meios, muitas vezes únicos nos desafios.
Singularidade, complexidade e especialização precisam ser tratados de formas mais personalizada e que desafia o modelo de consultoria global existente de maximizar a repetibilidade.
Um novo modelo deve combinar o seguinte em uma plataforma de determinado cliente: a orquestrada ação pela empresa de consultoria de peso com base em um reflexo da capacidade hoje para puxar o melhor aconselhamento e liderança para resolver os desafios únicos do cliente:

    
Estabelecer claramente a coerência do Modelo de Negócio e os esclarecimentos, desafios e análises para garantir que este seja comunicada através de todos os colaboradores que trabalham com esta plataforma de solução.

    
Proporcionar o gerenciamento de plataforma através de um software colaborativo que permita que todas as melhores atenções sejam dadas para colaborar com um dado cliente e as coordenadas sejam apoiadas por um consultor líder que extrai o melhor valor destas pessoas.

   
Que seja aberto a todos os colaboradores, a intenção estratégica e a modularidade, em  construir um só resultado,  para que eles vejam as suas contribuições e que possam contribuir com o jogo.

   
Os processos de análise e técnicas de mapeamento que são comuns e estão disponíveis gratuitamente para a todos podem ser usadas como um padrão de ferramentas e técnicas que todos os participantes estão familiarizados e que facilitem alavancar quaisquer trocas ou conceitos entre as partes participantes.

Foco n
o cliente final e pontos de interação com os fornecedores, ação bem pensada e gerida, através da parte da consultoria de peso para extrair a melhor visão, a visão e seu o valor em combinações únicas.

   
11- Co-criação, co-produção e colaboração que está sendo incentivada, integrada e visível a todos para construir este valor ainda mais.

   
12- Fornecer ferramentas comuns compartilhadas, padrões, IP, protocolos e know-how de proteção / transferência e validação de governança.

    
Capacidade de experiência, a hipótese de teste piloto e expandir rapidamente dentro da plataforma de colaboração para avançar e validar o pensamento e a constante busca da ampliação necessária.
Henry Chesbrough escreveu recentemente em seu livro "Open Services e inovação" livro sobre a armadilha da commodity, isso se aplica igualmente para a indústria de consultoria, que a ela certamente não é imune.  


Há novas forças destrutivas em jogo. Estas são a colocação de limites ao modelo existente de consultoria de inovação como um modelo de negócios saudável.  

Talvez este ciclo esteja próximo ao seu final, e os consultores precisam mudar seu pensamento e, em seguida, as abordagens radicalmente para permanecerem relevantes e prosperar.
Orquestrando numa diversidade mais aberta do conhecimento em plataformas de colaboração, o que representa uma mudança significativa em consultoria.


 Os clientes exigem mais valor dos consultores para recuperar sua posição como provedores de conhecimento especializado de que necessitam, para se tornarem os 'maestros' , para agregar valor e oferecer proposições que abordam os  clientes em crescente complexidade de formas mais abertas, caso contrário, os consultores de inovação terão de enfrentar um papel crescentemente marginalizado.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...