Google Tag Manager

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Liderar e uma arte Max de Pree

Liderar e uma arte Max De Pree 

Leadership is an Art




Fonte: http://www.depree.org/html/publications_mdp_leadershipisanart.html

O livro acima foi considerado um dos 100 melhores livros de negócios de todos os tempos.


Liderança é uma Arte ou Liderar é uma Arte
Moeda de Imprensa
Max DePree
# Editora: Moeda (18 maio de 2004)
# Idioma: Inglês
# ISBN: 0385512465

Descrição do livro
Liderança é uma arte sempre foi uma necessidade não só de leitura no seio da comunidade empresarial,
mas também em profissões que vão desde a academia até as práticas médicas, para a arena política.

 Publicado pela primeira vez em 1989, o livro já vendeu mais de 800.000 cópias em capa dura e brochura.

 Esta edição revisada traz palavras intemporais Max De Pree e da filosofia prática de uma nova geração de lideres.

De Pree olha para a liderança como uma espécie de mordomia, salientando a importância da construção de relacionamentos, iniciando idéias, e criando um sistema de valor duradouro dentro de uma organização.

Ao invés de focalizar os "comos" da vida corporativa, ele explica os "porquês".

Ele mostra que a primeira responsabilidade de um líder é definir a realidade, e a última é dizer obrigado.

Ao longo do caminho, o líder astuto deve:

- Estimular a eficácia, permitindo que os outros para alcançar tanto as suas potencialidades pessoais e seu potencial institucional 


-  Tome um papel no desenvolvimento, expressão e defesa da civilidade e dos valores 


-  Alimente os líderes novos e assegurar a continuação da cultura corporativa


Liderança é uma arte oferece um design comprovado para alcançar o sucesso no desenvolvimento do espírito generoso dentro de todos nós.

 Agora, mais do que nunca, ele fornece os insights e orientações em todos os líderes precisam de campo.

Sobre o Autor


MAX DE PREE é presidente emérito da Herman Miller Inc., a principal empresa de inovação no setor moveleiro há sessenta anos e regularmente incluída como uma das 25 mais admiradas da revista Fortune Empresas nos Estados Unidos.


O autor dos best-sellers Jazz Liderança, bem como líder sem poder, chamados a servir, e Dear Zoe, De Pree foi mentoring de líderes emergentes tanto nos segmentos lucrativos com  em setores sem fins lucrativos.

Há mais de 20 anos foi incluido pela revista Fortune, Revista da National Business, no  Hall of Fame, Hall da Fama, nos Estados Unidos.


De Publishers Weekly
Em vez de oferecer um manual de como fazer a gestão de uma empresa, DePree, CEO da Herman Miller Inc., um fabricante de mobiliário de escritório, mostra os detalhes, em linguagem aparentemente simples, mas imaginativa, de uma abordagem humanitária para a liderança.


 O líder habilidoso, ele argumenta, que devemos reconhecer a diversidade humana e fazer pleno uso dos seus trabalhadores presentes.

Além disso, ele acredita que um líder não é responsável apenas pela saúde dos ativos financeiros de uma empresa, mas por sua ética.

Defendendo a gestão através da persuasão, e do exercício da participação democrática em vez de poder concentrado, ele favorece as relações de aliança com os trabalhadores que se apóiam em comum propósito, a dignidade na escolha.

O autor salienta a necessidade de comunicação, mas sua única preocupação é com a orientação direta e a necessidade de avaliações de desempenho profissional e de auto-avaliação.

O Lider Servidor
Robert Greenleaf
Fonte: Wikipedia em inglês. Tradução eletrônica


Robert K. Greenleaf - Robert K. Greenleaf

From Wikipedia, the free encyclopedia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre
Robert K. Greenleaf (1904-1990) was the founder of the modern Servant leadership movement. Robert K. Greenleaf (1904-1990) foi o fundador da moderna liderança Servo movimento.

Greenleaf was born in Terre Haute, Indiana in 1904. Greenleaf nasceu em Terre Haute, Indiana , em 1904.

After graduating from Carleton College in Minnesota , he went to work for AT&T . Após graduar-se Carleton College , em Minnesota , ele foi trabalhar para a AT & T .

For the next forty years he researched management, development, and education. Para os próximos anos quarenta ele pesquisou o desenvolvimento, gerenciamento e educação.

All along, he felt a growing suspicion that the power-centered authoritarian leadership style so prominent in US institutions was not working, and in 1964 he took an early retirement to found the Center for Applied Ethics.

Tudo junto, ele sentiu uma crescente suspeita de que o poder centrado no estilo de liderança autoritária, tão proeminente em instituições dos EUA não estava funcionando, e em 1964 ele tomou uma reforma antecipada para fundar o Centro de Ética Aplicada.


Contents Conteúdo

Philosophy - Filosofia

According to his essay, "Essentials of Servant Leadership", Greenleaf's philosophy had its roots from reading a work of fiction in 1958: "The idea of the servant as leader came out of reading Hermann Hesse 's Journey to the East . In this story, we see a band of men on a mythical journey… The central figure of the story is Leo, who accompanies the party as the servant who does their menial chores, but who also sustains them with his spirit and his song. He is a person of extraordinary presence. All goes well until Leo disappears. Then the group falls into disarray and the journey is abandoned. They cannot make it without the servant Leo. The narrator, one of the party, after some years of wandering, finds Leo and is taken into the Order that had sponsored the journey. There he discovers that Leo, whom he had known first as servant, was in fact the titular head of the Order, its guiding spirit, a great and noble leader."

 De acordo com o seu ensaio, "Fundamentos de Servo Liderança", a filosofia da Greenleaf teve suas raízes da leitura de uma obra de ficção em 1958: "A idéia do servo como líder saiu da leitura Hermann Hesse 's Journey to the East . Nesta história , vemos um bando de homens em uma viagem mítica ... A figura central da história é Leo, que acompanha o partido como o servo que faz suas tarefas servis, mas que também sustenta-los com seu espírito ea sua música. Ele é uma pessoa da presença extraordinária. Tudo vai bem até que Leo desaparece. Em seguida, o grupo divide-se em desordem ea viagem é abandonado. Eles não podem fazer isso sem o agente Leo. O narrador, um do partido, depois de alguns anos de andanças, encontra Leo e é levado para a Ordem, que havia patrocinado a viagem. Lá ele descobre que Leo, que tinha conhecido primeiro como empregado, era de fato o chefe titular da Ordem, o seu espírito-guia, um líder de grande e nobre ".

His essay "Servant as Leader" inspires people all over the world.

Seu ensaio "Servant as Leader" inspira pessoas em todo o mundo.

A conceptual framework that is helpful for understanding servant-leadership is found in the “Ten Characteristics of the Servant-Leader” described by Larry Spears (1998).

Um quadro conceitual que é útil para a compreensão da liderança do servo é encontrado no

"Dez Características do Líder-Servo" descrita por Larry Spears (1998).

Spears distills Greenleaf's (1977/2002) instrumental means into ten characteristics: listening, empathy, healing, awareness, persuasion, conceptualization, foresight, stewardship, commitment to the growth of people, and building community (pp. 3-6).

 Spears destila (1977/2002) Greenleaf meios instrumentais em dez características:
1- a escuta,
2- a empatia,
3- a cura,
4- a consciência,
5- a persuasão,
6- a conceituação,
7- gestão,
8- previsão,
9- comprometimento com o crescimento das pessoas e
10- construir uma comunidade (pp. 3-6).

It is important to note that these characteristics are not simply traits or skills possessed by the leader; a century of research has rejected what Bass and Stogdill (1990) referred to as an “approach [that] tended to treat personality variables in an atomistic fashion, suggesting that each trait acts singly to determine the effects of leadership” (p. 87).

 É importante notar que essas características não são simplesmente traços ou habilidades possuídas pelo líder, um século de pesquisas rejeitou o Bass e Stogdill (1990) refere como uma "abordagem [que] tende a tratar as variáveis ​​de personalidade de forma atomística , sugerindo que cada traço actos isolados para determinar os efeitos da liderança "(p. 87).

Rather, servant-leadership is an ethical perspective on leadership that identifies key moral behaviors that leaders must continuously demonstrate in order to make progress on Greenleaf's (1977/2002) “best test.” The “best test,” which gives us the ethical ends for action, combined with Spears' distillation of traits that identified the means, create a powerful framework for a review of the literature that furthers the conceptual framework for servant-leadership.

Pelo contrário, a liderança do servo é uma perspectiva ética sobre a liderança que identifica as principais comportamentos morais que os líderes devem demonstrar continuamente, a fim de fazer avançar (1977/2002) Greenleaf "teste melhor." O "teste de melhor", que nos dá a fins éticos para a ação, combinada com a destilação de Spears de traços que identificam os meios, criar uma estrutura poderosa para uma revisão da literatura que promove a estrutura conceitual para a liderança do servo.

Works - Obras

Greenleaf was captivated by the idea of a servant actually being the leader. Greenleaf foi cativado pela ideia de um servo de fato ser o líder. In "Essentials" he wrote, “As it was, the idea lay dormant for 11 years during which I came to believe that we in this country were in a leadership crisis and that I should do what I could about it.” In 1970 Greenleaf published his first essay, entitled "The Servant As Leader", which introduced the term " servant leadership ."

 Em "Essencial", escreveu ele, "Como foi a idéia permaneceu dormente por 11 anos durante os quais passei a acreditar que neste país estava em uma crise de liderança e que eu deveria fazer o que podia sobre isso." Em 1970 Greenleaf publicou seu primeiro ensaio, intitulado "The Servant as Leader", que introduziu o termo " liderança servidora ".

Later, the essay was expanded into a book, which is perhaps one of the most influential management texts yet written.

Mais tarde, o ensaio foi expandido em um livro, que é talvez um dos textos de gestão mais influentes ainda escrito.

The Servant Leadership movement was born.

The Servant Leadership movimento nasceu.

Of his philosophy, Robert Greenleaf wrote in "Essentials",
 De sua filosofia, Robert Greenleaf escreveu em "Essentials",
"The servant-leader is servant first... Becoming a servant-leader begins with the natural feeling that one wants to serve, to serve first. Then conscious choice brings one to aspire to lead. That person is sharply different from one who is leader first... The difference manifests itself in the care taken by the servant first to make sure that other people's highest priority needs are being served. The best test, and the most difficult to administer, is this: Do those served grow as persons? Do they, while being served, become healthier, wiser, freer, more autonomous, more likely themselves to become servants?"


"O líder-servo é servo ... Tornando-se primeiro um servo-líder começa com o sentimento natural que se queira servir, servir em primeiro lugar. Então escolha consciente leva a pessoa a aspirar à liderança. Essa pessoa é nitidamente diferente de quem está primeiro líder ... A diferença se manifesta no cuidado tomado pelo servo para ter certeza de que as necessidades dos outros mais alta prioridade são servidos O melhor teste, e os mais difíceis de administrar, é a seguinte:. Será que aqueles servidos crescem como pessoas ? Será que eles, ao ser servido, tornam-se mais saudável, mais sábio, mais livre, mais autónomo, mais provável para se tornarem servos? "
Greenleaf's most important work, Servant Leadership (1977/2002), is subtitled A Journey into the Nature of Legitimate Power & Greatness . importante obra mais Greenleaf, Servo Liderança (1977/2002), tem como subtítulo Uma viagem na natureza do poder legítimo e grandeza. Though his terms are secular, his definition of leadership is the clearest statement of his belief that the needs of followers are holy and legitimate, and the leaders use of power arises from the consent of the followers.

Apesar de seus termos são seculares, a sua definição de liderança é a mais clara demonstração de sua crença de que as necessidades dos seguidores são santos e legítima, e os líderes uso de energia surge a partir do consentimento dos seguidores.

Greenleaf was very focused on action and ends, and he held a Sabbath attitude about organizational life. Greenleaf foi muito voltado para a ação e termina, e ele tinha uma atitude de sábado sobre a vida

organizacional. Like Christ, who said “The Sabbath was made for man, not man for the Sabbath” [ 1 ] Greenleaf believed that institutions should serve people.

Como Cristo, que disse: "O sábado foi feito para o homem, não o homem para o sábado" [1] Greenleaf acreditava que as instituições devem servir às pessoas.

He also felt that he was on the threshold of an important historical moment, of a paradigm shift in the collective American response to formal authority.
Ele também sentia que ele estava no limiar de um momento histórico importante, de uma mudança de paradigma na resposta coletiva americana com a autoridade formal.
"A fresh critical look is being taken at the issues of power and authority, and people are beginning to learn, however haltingly, to relate to one another in less coercive and more creatively supporting ways. A new moral principle is emerging, which holds that the only authority deserving of one's allegiance is that which is freely and knowingly granted by the led to the leader in response to, and in proportion to, the clearly evident servant stature of the leader. Those who choose to follow this principle will not casually accept the authority of existing institutions. Rather, they will freely respond only to individuals who are chosen as leaders because they are proven and trusted as servants. To the extent that this principle prevails in the future, the only truly viable institutions will be those that are predominantly servant led" [italics original] [ 2 ]

"Uma nova visão crítica está sendo levada a questões de poder e autoridade, e as pessoas estão começando a aprender, não obstante as hesitações, que se relacionam entre si em menos coercitiva e mais criativa formas de apoio. Um novo princípio moral é emergente, que afirma que a única autoridade que merece da nossa lealdade é o que é livre e conscientemente concedida pela levou o líder em resposta a e, em proporção, a estatura servo evidente do líder. Aqueles que optarem por seguir este princípio não casualmente aceitar a autoridade das instituições existentes. contrário, eles vão livremente responder apenas aos indivíduos que são escolhidos como líderes porque eles são comprovados e confiáveis ​​como servos. Na medida em que este princípio prevaleça no futuro, as únicas instituições realmente viáveis ​​serão as que são predominantemente servo levou "[grifo original] [2]

Greenleaf (2002) felt strongly that his “best test” [ 3 ] should apply to all of our institutions.
Greenleaf (2002) acredita fortemente que o seu "teste melhor" [3] deve ser aplicado a todas as nossas instituições.

His “best test,” which he knew would be hard to grade, is stated:
Sua "melhor teste", que ele sabia que seria difícil de classe, está escrito:
Do those served grow as persons? Será que aqueles servidos crescem como pessoas? Do they, while being served [italics original], become healthier, wiser, freer, more autonomous, more likely themselves to become servants?

Será que eles, ao ser servido [itálico no original], tornar mais saudável, mais sábio, mais livre, mais autónomo, mais provável para se tornarem servos?

And [italics original], what is the effect on the least privileged in society?

E [itálico no original], o que é o efeito sobre os menos favorecidos na sociedade?

Will they benefit or at least not be further deprived? [ 4 ] .

Será que vão beneficiar ou pelo menos não ser mais necessitadas? [4] .
Implementing Greenleaf's ideas in modern American institutions is anathema to many leaders and followers, who desire a different paradigm that is based on coercive power and control rather than legitimate power based on mutual agreements.

Implementar idéias Greenleaf em modernas instituições americanas é um anátema para muitos líderes e seguidores, que o desejo de um outro paradigma que se baseia no poder de coerção e controle, em vez de poder legítimo com base em acordos mútuos.

Greenleaf's book, however, is the text for anyone interested in connecting the two often disparate terms, servant and leader.

O livro de Greenleaf, no entanto, é o texto para qualquer um interessado em se conectar os dois termos frequentemente díspares servo, e o líder.

His work addressed these two questions in particular:

How can leaders serve people?
Seu trabalho dirigido a estas duas questões em particular: Como os líderes podem servir as pessoas?

What is the source of legitimate power? Qual é a fonte do poder legítimo?

Consulting work - trabalho de consultoria

Through the next twenty-five years Greenleaf served as a consultant to such notable institutions as MIT , the American Foundation for Management Research, and Lilly Endowment , Inc. He continued writing, fine-tuning his ideas and focusing them on several different areas of leadership.

Através dos  25 anos seguintes Greenleaf atuou como consultor para tais instituições renomadas como o MIT , a Fundação Americana para a Gestão da Pesquisa e Lilly Endowment , Inc.

Ele continuou a escrever, a afinar as suas idéias e concentrando-os em diversas áreas da liderança .

 For example, to apply Servant Leadership to an organizational level, he wrote "The Institution as Servant".

 Por exemplo, para aplicar Servo de Liderança para um nível organizacional, ele escreveu: "A Instituição como Servo". For educators he wrote "The Leadership Crisis: A Message for College and University Faculty" and "Teacher as Servant".

Para os educadores, ele escreveu "A crise de liderança: Uma Mensagem para Universitários e Professores" e "Professor como Servo".
Other writings targeted seminaries , personal growth, religious leaders, and trustees, among others. Outros escritos direcionados seminários , crescimento pessoal, líderes religiosos, e curadores, entre outros.

Legacy - Legado

Greenleaf influenced a whole generation. Greenleaf influenciou toda uma geração. In 1985, The Center for Applied Ethics was renamed the Robert K. Greenleaf Center. Em 1985, O Centro de Ética Aplicada foi rebatizado de Robert K. Greenleaf Center. Though Greenleaf died in 1990, the Center continued his work, publishing two posthumous essay collections in 1996, which are available at Greenleaf.org .

Embora Greenleaf tenha morrido em 1990, o Centro continuou seu trabalho, publicando duas coleções ensaio póstumo, em 1996, que estão disponíveis em Greenleaf.org .

Today there are scores of colleges and universities that include Servant Leadership in their teachings and hundreds of companies that embrace Greenleaf's philosophy.

Hoje existem dezenas de faculdades e universidades que incluem Liderança Serva em seus ensinamentos e centenas de empresas que adotam a filosofia de Greenleaf.

As Greenleaf strived to serve through education, he became the leader of a movement.
Como Greenleaf se esforçado para servir através da educação, ele se tornou o líder de um movimento.

Notes - Notas

  1. ^ Holy Bible: New international version, 1978. ^ Bíblia Sagrada: Nova versão internacional, 1978. Mark: 2:27. Marcos: 02:27.
  2. ^ Greenleaf, RK (2002). Servant leadership: A journey into the nature of legitimate power and greatness (25th anniversary ed.). ^ Greenleaf, RK (2002): Servo. liderança Uma viagem sobre a natureza do poder legítimo e de grandeza (25 º aniversário ed.). New York: Paulist Press, 24. New York: Paulist Press, 24.
  3. ^ Greenleaf, RK (2002). Servant leadership: A journey into the nature of legitimate power and greatness (25th anniversary ed.). ^ Greenleaf, RK (2002): Servo. liderança Uma viagem sobre a natureza do poder legítimo e de grandeza (25 º aniversário ed.). New York: Paulist Press, 27. New York: Paulist Press, 27.
  4. ^ Greenleaf, RK (2002). Servant leadership: A journey into the nature of legitimate power and greatness (25th anniversary ed.). ^ Greenleaf, RK (2002): Servo. liderança Uma viagem sobre a natureza do poder legítimo e de grandeza (25 º aniversário ed.). New York: Paulist Press, 27. New York: Paulist Press, 27.

 References  Referências

Bass, BM, and Stogdill, RM (1990). Bass & Stogdill's Handbook of Leadership: Theory, Research, and Managerial Applications (3rd ed.). Bass, BM e Stogdill, RM (1990):. Bass Stogdill's & Manual de Teoria da Liderança, Pesquisa e Aplicações Gerencial (3 ª ed.). New York:Free Press. New York: Free Press.
Frick, Don M. (2004). Robert K. Greenleaf: A Life of Servant Leadership. San Francisco: Berrett-Koehler Publishers. Frick, Don M. (2004):. Robert K. Greenleaf Uma Vida de liderança servil:. San Francisco Koehler Publishers-Berrett.
Greenleaf, RK (2003). The Servant-Leader Within: a Transformative Path New York: Paulist Press. Greenleaf, RK (2003):. Servo-líder dentro de um caminho Transformative New York: Paulist Press.
Greenleaf, RK (2002). Servant Leadership: A Journey into the Nature of Legitimate Power and Greatness (25th anniversary ed.). Greenleaf, RK (2002):. Servo Liderança Uma viagem na natureza do poder legítimo e Grandeza (aniversário de 25 ed.). New York: Paulist Press. New York: Paulist Press.
Hesse, H. (2003). The Journey to the East (H. Rosner, Trans.). Hesse, H. (2003). A Journey to the East (H. Rosner, Trans.). New York: Picador. Nova York: Picador. (Original work published in 1932). (Trabalho original publicado em 1932).
Spears, LC, ed (1998). Insights on Leadership: Service, stewardship, spirit, and servant-leadership . , LC, ed (1998). Spears Insights sobre Liderança: O serviço, mordomia, espírito e-liderança servidora. New York: Wiley. New York: Wiley.
Warneka, TH, (2008). Black Belt Leader, Peaceful Leader: An Introduction to Catholic Servant Leadership . Warneka, TH, (2008): Black Belt. Leader Sossegado, Líder Introdução à Liderança Serva Católica. Ohio: Asogomi. Ohio: Asogomi.  External links Ligações externas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...