Google Tag Manager

sábado, 23 de junho de 2012

O que significa cumprir meus deveres para com Deus

O que significa cumprir meus deveres para com Deus
Fonte: Página oficial do LDS - SUD
Reproduzido de acordo com as condições expressas na pagina original, conforme link no rodapé da página. Todos os direitos reservados.


http://www.lds.org/conference/talk/display/0,5232,89-2-244-15,00.html

Cumprir Nosso Dever para com Deus

Élder Robert D. Hales
Do Quórum dos Doze Apóstolos
"Prometo-lhes que, se receberem o Reconhecimento Dever para com Deus, ganharão um testemunho vivo que lhes servirá de apoio por toda a vida."
Elder Robert D. Hales
Que alegria estar diante do sacerdócio e falar a esse magnífico exército de Deus! É importante que saibamos quem somos — filhos de Deus que possuem o Sacerdócio Aarônico e o Sacerdócio de Melquisedeque restaurados nesta dispensação. É importante também que saibamos o que estamos tentando alcançar na vida, ou seja, voltar à presença do Pai Celestial com a nossa família. Por sermos tão abençoados, é muito importante também que aprendamos e cumpramos nosso dever para com Deus.
A Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos têm, há muitos anos, uma grande preocupação com o bem-estar de nossos jovens nesta época atribulada. No dia 28 de setembro de 2001, a Primeira Presidência enviou uma carta aos líderes do sacerdócio nos Estados Unidos e Canadá dizendo:
"Em janeiro de 2000, apresentamos um programa de Realização do Sacerdócio Aarônico para as áreas, fora dos Estados Unidos e Canadá, que não tivessem o programa de escotismo. O propósito (. . .) é o de ajudar os rapazes a se preparar para receber o Sacerdócio de Melquisedeque e a investidura no templo; realizar uma missão de tempo integral, casar-se e exercer a paternidade. (. . .) [Esse programa internacional continua em vigor e] foi agora adaptado para uso nos Estados Unidos e Canadá para que inclua o importante papel do Escotismo no desenvolvimento dos rapazes [e será conhecido como]Sacerdócio Aarônico: Cumprir Nosso Dever para com Deus.
Os três manuais —Sacerdócio Aarônico: Cumprir Nosso Dever para com Deuspara diáconos, mestres e sacerdotes — explicam o programa. Os rapazes que cumprirem os requisitos delineados em todos esses manuais receberão o Reconhecimento Dever para com Deus.
Anunciamos também um novo manual deProgresso Pessoal das Moçassimplificado e o folhetoPara o Vigor da Juventuderevisado. Esses materiais foram atualizados para ajudar a juventude a desenvolver mais fé e coragem no mundo de hoje. Além disso, anunciamos oGuia para Pais e Líderes de Jovenspara auxiliar pais e líderes a fortalecerem a nossa juventude. Esse guia esboça, também, o importante papel de apoio prestado pela Mutual.
Queremos que todos os rapazes se esforcem para receber o Distintivo de Escoteiro da Pátria e o Reconhecimento Dever para com Deus. Queremos que todas as jovens se esforcem para receber o Certificado das Moças. Ao se dedicarem a essas metas, os jovens desenvolverão habilidades e atributos que os levarão ao templo e que irão prepará-los para uma vida de serviço prestado à família e ao Senhor.
Exemplares desses materiais serão enviados a todas as estacas para distribuição nas alas em dezembro de 2001, e implementação em janeiro de 2002." (Carta da Primeira Presidência, 28 de setembro de 2001)
Vivemos numa época muito difícil da história do mundo, em que Satanás ronda a Terra e transita por ela entre os filhos de Deus, praticando toda sorte de males para frustrar os desejos de um Deus justo. As escrituras ensinam que os desígnios maléficos de Satanás sobre os povos da Terra serão intensificados com a proximidade da Segunda Vinda do Senhor e Salvador Jesus Cristo. (Ver II Tessalonicenses 2:1–10; D&C 10:33; 52:14; 86:3–10.)
Em nenhuma época, a mensagem foi proclamada com tanta veemência pela Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos como o é hoje, para que os pais, bem como os bispos e líderes do sacerdócio e das auxiliares, se certifiquem de que vocês rapazes compreendam quem são e no que podem tornar-se, não apenas aqui na vida mortal, mas também na eternidade.
O Reconhecimento Dever para com Deus ajudará os rapazes a enfrentar os futuros obstáculos da vida e a atingir os propósitos do Sacerdócio Aarônico.
A Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos explicaram: "Esperamos que vocês recebam o Reconhecimento Dever para com Deus e que ele se torne um símbolo de sua preparação para receberem o Sacerdócio de Melquisedeque."(Aaronic Priesthood: Fulfilling Our Duty to God, Deacon [2001],p. 4)
Quando receberem o Reconhecimento Dever para com Deus, vocês terão atingido as metas de:

  • Ser fiéis aos deveres e padrões do sacerdócio
  • Participar de atividades familiares
  • Participar de atividades do quórum
  • Realizar um projeto de serviço Nosso Dever para com Deus
  • Atingir metas pessoais em cada uma das quatro categorias que compreendem os deveres essenciais do sacerdócio: desenvolvimento espiritual; desenvolvimento físico; desenvolvimento educacional, pessoal e profissional; desenvolvimento social e de cidadania
    Se vocês preencherem os requisitos desses deveres do sacerdócio e desenvolverem qualidades pessoais, estarão preparando-se para as responsabilidades do Sacerdócio de Melquisedeque e para os futuros desafios em sua vida. Prometo-lhes que, se receberem o Reconhecimento Dever para com Deus, ganharão um testemunho vivo que lhes servirá de apoio por toda a vida.
    O escotismo, onde estiver implementado, poderá ajudá-los nesse trabalho. Participem do escotismo. Muitas das metas do escotismo poderão preencher os requisitos para receber o Certificado Dever para com Deus.
    O escotismo faz parte do programa de atividades do Sacerdócio Aarônico. O Reconhecimento Dever para com Deus, que é do sacerdócio, contém os requisitos que os ajudarão a desenvolver a espiritualidade e a cumprir seus deveres no sacerdócio.
    Algumas das grandes bênçãos desses programas já desenvolvidos são as de que, como jovens da Igreja, vocês terão uma compreensão clara de quem são. Serão responsáveis por suas ações, assumirão a responsabilidade por sua conduta e serão capazes de estabelecer metas que lhes permitirão atingir o objetivo para o qual foram enviados à Terra. Nosso apelo é o de que lutem para dar o melhor de si.
    Rapazes, ajoelhem-se todos os dias e externem a Deus os desejos de seu coração. Ele é a fonte de toda a sabedoria e responderá às suas orações. Sejam humildes e estejam dispostos a ouvir os sussurros do Espírito. Leiam as escrituras diariamente. Fortaleçam seu testemunho. Paguem o dízimo e as ofertas. Lembrem-se de guardar os convênios que fizeram quando foram batizados e renovem-nos todas as semanas ao partilhar do sacramento. Se guardarem seus convênios batismais agora, eles os ajudarão a estarem preparados para os convênios do templo que farão no futuro.
    Essa é a essência de seu dever para com Deus. Ao cumprir esse dever, vocês trarão bênçãos não somente para a própria vida, mas também para a vida de outras pessoas.
    Um dos propósitos do Sacerdócio Aarônico é prestar serviço. Um dos requisitos para o Reconhecimento Dever para com Deus é o de, pelo menos uma vez por ano, participar de um projeto de serviço que lhes dará a oportunidade de servir, de maneira significativa, sua família, a Igreja ou a comunidade. À medida que ajudarem e servirem às pessoas, vocês verão que a escritura a seguir é uma parte essencial do evangelho: "Porque quando o fazeis ao menor destes, a mim o fazeis". (D&C 42:38)
    Espero que os pais e os bispos — que são os presidentes do Sacerdócio Aarônico — entendam que os rapazes e as moças, por quem são responsáveis, foram preparados para vir à Terra, especialmente nesta época, para um propósito sagrado e glorioso. É uma grande bênção ser capaz de qualificar-se para receber o Sacerdócio de Melquisedeque. Vocês, rapazes, têm um nobre chamado a cumprir: tornar-se homens justos, crescer em força e influenciar positivamente outras pessoas. Vocês, rapazes, são o futuro da Igreja.
    Todos nós progredimos desde que chegamos à Terra, vindos da presença do Pai Celestial. Os primeiros dez anos de nossa vida foram uma grande experiência de aprendizado. Recebemos cuidados e alimentação. Aprendemos a andar, a falar e a controlar este corpo mortal. Aprendemos acerca do livre-arbítrio; ou seja, que nossas escolhas têm conseqüências. Muitos foram batizados com oito anos e esta é, segundo as escrituras, a idade da responsabilidade, quando temos a capacidade de distinguir o certo do errado, de saber quem somos — filhos de Deus — por que estamos aqui e o que estamos tentando realizar. (Ver D&C 68:25, 27.)
    Do batismo à idade de 12 anos, nossa família, os líderes do sacerdócio e das auxiliares e os professores ensinaram-nos os princípios e padrões do evangelho que nos preparam para receber o sacerdócio. O Sacerdócio Aarônico é chamado de sacerdócio preparatório. A segunda década de nossa vida é um período de preparação. É uma época em que nos preparamos para tomar grandes decisões futuras. Preparamo-nos para receber o Sacerdócio de Melquisedeque, para fazer os convênios do templo e cumprir todas as responsabilidades do sacerdócio, de maneira tal que também cumpramos nosso dever para com Deus.
    As escolhas que vocês fazem hoje irão influenciar diretamente o número e o tipo de oportunidades que terão no futuro. Cada decisão diária limitará ou ampliará suas oportunidades. Tomando decisões corretas neste período preparatório, vocês estarão prontos para tomar decisões corretas no futuro.
    Pensem agora na próxima década de sua vida, a dos 20 anos, e nas decisões que deverão tomar em relação à dignidade para entrar no templo, trabalho missionário, educação, carreira profissional, uma companheira eterna e uma família. Essa década de decisões não é uma época de medo. É uma época em que poderão desfrutar das bênçãos para as quais vocês se prepararam. "Se estiverdes preparados, não temereis." (D&C 38:30)
    Uma das grandes bênçãos que recebemos no batismo é o dom do Espírito Santo. Com esse dom, vocês podem ter inspiração divina para tomar essas decisões importantes.
    Durante o período preparatório de sua vida, é extremamente importante que vocês cultivem a espiritualidade, se desenvolvam fisicamente, estudem, trabalhem por seu desenvolvimento pessoal, se preparem profissionalmente, sejam bons cidadãos e aprendam a lidar com as pessoas. Todas essas qualidades fazem parte dos deveres do sacerdócio e irão ajudá-los nas decisões que terão de tomar no futuro, na próxima década de sua vida.
    Uma parte importante no cumprimento de nosso dever para com Deus, em qualquer idade, é tornarmo-nos discípulos de Jesus Cristo; ou seja, aceitar Seu convite para segui-Lo. (Ver Lucas 18:22.) Para seguirmos o Salvador, é necessário que saibamos quem Ele é — o Filho de Deus —, que tomemos sobre nós o Seu nome, que nos lembremos de Seu sacrifício expiatório e guardemos Seus mandamentos. Fizemos esses convênios no batismo e renovamos nossos convênios batismais toda vez que tomamos o sacramento.
    Aprendemos com o Salvador, por meio de Suas orações ao Pai Celestial, grandes lições sobre o discipulado e o nosso dever para com Deus. Em Sua oração intercessória, Ele ensina: "Eu glorifiquei-tena terra,tendo consumado a obra que me deste a fazer".(João 17:4; grifo do autor)
    Quando Jesus agonizou, no Jardim do Getsêmani, pelos pecados de toda a humanidade, Ele orou, dizendo: "Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia,não seja como eu quero, mas como tu queres".(Mateus 26:39; grifo do autor)
    Podemos ver, nas escrituras, exemplos do discipulado e do dever para com Deus por meio da vida dos profetas. As lições que aprendemos com esses profetas podem ser aplicadas em nossa vida.
    O jovem Joseph Smith disse: "Obedeci, voltando para onde estava meu pai, no campo, e relatei-lhe todo o ocorrido". (JS—H 1:50)
    Elias "foi, pois, e fezconforme a palavra do Senhor". (I Reis 17:5)
    "Assim fez Noé;conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez."(Génesis 6:22)
    Josué ensinou a seu povo: "Porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor. (. . .) E disse o povo a Josué:Serviremos ao Senhor nosso Deus, e obedeceremos à sua voz". (Josué 24:15, 24)
    Alma disse: "Oh! lembra-te, meu filho, eaprende sabedoria em tua mocidade; sim,aprende em tua mocidade a guardar os mandamentos de Deus!". (Alma 37:35; grifo do autor)
    A Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos aconselharam cada portador do Sacerdócio Aarônico com as seguintes palavras:
    "Vocês vivem em uma época de grandes desafios e oportunidades. Foram chamados para fazer a diferença no mundo. Por serem filhos de Deus, com o poder do Sacerdócio Aarônico, vocês podem exercer uma força extraordinária para o bem.
    Podem prestar serviço, doar seu tempo, talentos e energias sem pensar em recompensa. Podem cumprir os deveres do sacerdócio, tais como [preparação, distribuição e bênção] do sacramento, [recolhimento de ofertas de jejum, ajuda a outras pessoas] e participação no trabalho dos mestres familiares. Vocês podem elevar os outros por meio do seu exemplo. Podem fortalecer a si mesmos, edificar a fé e o testemunho e viver o evangelho enquanto o aprendem e compartilham.
    Vocês têm a responsabilidade de aprender o que o Pai Celestial quer que façam e depois dar o melhor de si para fazer Sua vontade. (. . .)
    O Senhor acredita em vocês e tem uma missão importante para realizarem. Ele os ajudará se O procurarem em oração. Ouçam os sussurros do Espírito. Obedeçam aos mandamentos. Façam e cumpram os convênios que os prepararão para o templo. Trabalhem com seus pais e líderes ao estabelecerem metas e procurarem atingi-las. Vocês se sentirão realizados ao cumprirem seu dever e se prepararem para os empolgantes desafios do futuro". (Aaronic Priesthood — Priest: Fulfilling Our Duty to God,(2001), pp. 4–5)
    Irmãos do Sacerdócio Aarônico, estabeleçam suas metas e comecem a trabalhar para receber o Reconhecimento Dever para com Deus e o Distintivo de Escoteiro da Pátria. Vocês serão abençoados em seus esforços.
    Quero dizer o quanto amo a juventude da Igreja. Tenho um grande respeito e admiração pelas escolhas corretas que vocês fazem diariamente. Vocês são tão fiéis nesta época atribulada, apesar das inúmeras dificuldades que enfrentam. Vocês estão-se preparando para serem os futuros pais e líderes do sacerdócio na Igreja.
    É muito importante que compreendamos que vivemos na última dispensação da plenitude dos tempos, que estamos nos preparando para a Segunda Vinda de Jesus Cristo e que o adversário, nestes últimos dias, será capaz de aumentar os males do mundo. Nossas orações são para que todos os jovens da Igreja tenham força para vencer os dardos inflamados do adversário e que nós, como pais e líderes do sacerdócio — sim, como pastores — ajudemos nossos filhos a permanecerem firmes e fiéis ao evangelho de Jesus Cristo.
    Testifico da veracidade deste trabalho e da restauração do sacerdócio nestes últimos dias. Prometo-lhes que serão abençoados por sua fidelidade e declaro, como o profeta Alma: "(. . .) eu vos disse estas coisas a fim de despertar em vós o senso de vosso dever para com Deus, para que andeis irrepreensivelmente perante ele, para que andeis conforme a santa ordem de Deus (. . .)". (Alma 7:22) Que todo portador do Sacerdócio Aarônico cumpra seu dever para com Deus e volte de maneira honrosa ao Pai Celestial é minha oração. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
    © 2012 Intellectual Reserve, Inc. Todos os direitos reservados.   Informações sobre direitos de uso.  Normas de privacidade

  • Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...