Google Tag Manager

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Doll Aria produzido por Andre Rieu com Carla Maffioletti


Doll Aria, Opereta de Olympia, produzido por André Rieu com Carla Maffioletti de Porto Alegre, Brasil.

A canção da boneca, em uma evento celebrado em holandês, por André Rieu.

Min cangurú, you anta, rir é o melhor remédio para finalizar.


Quem sabe mais entende melhor. Qual a orígem da Opereta da Boneca?

Fonte: http://resumodaoopera.blogspot.com.br/2009/11/romantismo-3-opera-francesa-offenbach.html?showComment=1354842086725#c452507634312522770

Jacques Offenbach , compositor francês, (1819- 1880) foi considerado pela crítica como o "Liszt do violoncelo", e ele não só se dedicou a compor várias obras para esse instrumento, bem como participou de uma série de concertos nas principais capitais européias.

Na corte de Londres, apresentou-se para a Rainha Vitoria I e o príncipe Alberto.

Mas o que lhe trouxe fama foram as suas operetas (óperas alegres) que satirizavam as fragilidades políticas da época (Napoleão III). Sua primeira opereta foi "Pepito", em 1844.

Em 1875 já havia composto 90 operetas, sendo a maioria delas com libreto do escritor francês Ludovic Halévy. Suas obras mais famosas são “Orfeu no Inferno”(1858), com o seu famoso cancam,“Os Contos de Hoffmann(1880) que tem a famosa barcarolas. " Os Contos de Hoffmann" pode ser considerado como uma ópera. 



Natalie Dessay canta da ópera "Contos de Hoffmann" o trecho de "Les oiseaux". Ver link abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=e1k5l4oiCEc 



A soprano Liudmilla Shiikhova canta a ária de Olympia (Canto da Boneca) da ópera "Contos de Hoffmann". 




A brasileira Carla Mafioletti, integrante da Cia de André Rieu, canta a mesma ária da boneca. Confira: 



Orfeu no Inferno("Orphée aux Enfers") é uma opereta que fez e faz muito sucesso. Foi apresentada em São Paulo, dirigida por Mauro Wrona, em 2007 esta opereta, já com tradução. 



Versão brasileira da ópera "Orphée aux Enfers" de J. Offenbach, apresentada pelo Projeto Ópera Estúdio da ULM, dirigido por Mauro Wrona.
Com a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, sob a regência de João Maurício Galindo.
Apresentada em Novembro de 2007, no Theatro São Pedro, São Paulo.

E agora, rir é o melhor remédio.
Min canguru, you anta...




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...