Google Tag Manager

sábado, 14 de fevereiro de 2015

As principais duvidas dos alunos

As principais dúvidas dos alunos.








No caso são alunos mesmo. Os estudantes tem luz...

Veja ampliado...






















Estimado leitor, veja um debate colhido no Facebook entre educador e estudante, sobre o assunto aprendizado.
Isso é familiar para você?

Fonte: Facebook
Autor:
Adriano Negreiros, Professor.


"Quando escolhemos essa profissão, esperávamos transmitir conhecimentos e levar informações para os alunos, e não ter que dar educação doméstica e valores morais, que muitos nunca aprenderam com a família! 

E essa história de professor não poder se queixar de nada é conversa pra boi dormir, pois, todos os profissionais, seja qual for a profissão, tem o direito de reclamar e querer o melhor para o seu trabalho! 

Eu não me queixo das crianças ou dos adolescentes, com os quais eu me dou muito bem, e inclusive sabemos que alguns apresentam algum déficit de aprendizagem, mas de alunos do ensino médio, que sabemos que fazem de propósito só pra irritar o professor, temos que nos queixar sim! 

Outra coisa, são esses alunos que já vão para escola, decididos a não querer aprender e só atrapalhar a aula! 

É engraçado, ninguém da pitaco no trabalho de um médico, advogado, engenheiro, dentista, entre outras profissões, que podem reclamar dos problemas que ocorrem nos seus trabalhos, fazer greve, reivindicar melhorias salariais, que todos apoiam, só o professor que não pode nada, pois, aparecem pessoas para criticar e sem nem te conhecer, e nem conhecer o seu trabalho de longos anos, fazendo o papel de muitas profissões ao mesmo tempo dentro da sala de aula, como advogado, conciliador, psicólogo e até o papel dos pais, que querem se livrar dos seus filhos, jogando eles na escola para que os professores os eduquem. 

Aí aparece um colega de trabalho, que eu nunca vi na minha vida, dizendo que sala de aula não é o meu lugar! 

Meu velho, se você é um doutor no assunto, leva as beldades, que não sabem o que é respeito e valores morais em geral, pra passar as férias contigo! 

Garanto que os pais deles vão ficar muito agradecidos!"

Réplica: A posição do estudante, na mesma página. (a ortografia nesta página foi corrigida adequadamente.)

Igor Pereira - Estudante - "Concordo plenamente com todas as palavras que foram ditas pelo Professor Adriano, mas também deveríamos levar em consideração alguns casos a parte.

Alguns "alunos" tem graves problemas familiares e a escola é sua válvula de escape.

Muitos alunos não conseguem lidar com a situação em casa e acabam na escola mal-humorados e agressivos.

Isto é um reflexo do que acontece diariamente na sua casa.

Quantos professores, que demonstram bom coração e boa vontade, tentam entender, conversar, dar um caminho para uma mente perturbada assim? Quantos? 

Mas é verdade que também temos aqueles que não querem nada com nada mesmo... 

Chega a dar pena daquele que chega no colegio triste, abatido por causa de seus problemas familiares.


Este estudante acaba transformando tudo em uma grande bola de neve.

E ainda vemos que existem  professores (a minoria) que faz pouco caso de alunos assim; sem contar em professores negligentes, ou  indiferentes,  que mal aparecem na escola e que quando estão de mal-humor descontam os alunos,

Há aqueles que simplesmente sentam e mandam ler 2 paginas do livro didático e responder às questões respectivas.
O professor para motivar o exercício oferece ao aluno 0,5 ponto a mais na nota. Com base na minha experiência, eu faço o exercício, ganho a nota mas não adquiro o conhecimento."

Estimado leitor, isso é familiar para você?
1- Alguma vez você já viu este assunto em sua escola?
2- Será que existe uma outra maneira mais adequada para os dias de hoje para promover o processo de ensino-aprendizagem?

Para a questão 2, a resposta é sim!

" Se você quer fazer alguma coisa, você encontra um meio.
Se você não quer fazer você encontra uma desculpa." - Anônimo.

Veja que interessante este resumo dos 

4 Papéis do Professor do Século 21, do GEG Blumenau:

1- Despertar a curiosidade no aluno e um genuíno interesse pelo aprendizado.

2- Trabalhar por projetos, desafios e soluções de problemas contextualizados.

3- Aplicar as ferramentas tecnológicas Google.

4- Usar de metodologia e avaliação condizentes.

Se você também, estimado leitor, quer saber mais, venha conhecer e fazer parte deste Grupo de Educadores Google - GEG; preencha o formulário do topo desta página e seja bem vindo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...